[Notícias] Festival de dança acrobática reúne artistas do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia com performances de hip hop, krump, breaking, voguing, capoeira, circo, dança contemporânea e parkour criadas especialmente para serem apresentadas via plataforma Zoom


 

A segunda edição do projeto Interações Acrobáticas acontece de 27 de janeiro a 13 de março, com programação gratuita via plataforma Zoom, sempre às quartas-feiras às 20h, seguidas de bate-papo com os participantes. A cada apresentação, o espectador confere duas performances de artistas do Rio de Janeiro, São Paulo ou Bahia que irão reunir diferentes linguagens acrobáticas que transitam entre a dança contemporânea, o hip hop, o krump, o voguing, a capoeira, o breaking, o circo e o parkour. A temporada inclui ainda oficinas de dança online ministradas aos sábados das 10h às 12h e das 14h às 16h, com a oferta de 24 vagas por dia a serem preenchidas por ordem de chegada.   

 

 "A dança acrobática é um estilo que surge da mistura de elementos da acrobacia com diferentes modalidades da dança. Ela carrega em sua essência a natureza, a atitude e a forma de diversos ambientes sociais e culturais. Falar sobre dança acrobática é falar sobre o cruzamento de linguagem e do encontro entre muitas áreas do conhecimento", afirma Helena Heyzer, idealizadora do projeto, mediadora do bate-papo e curadora do evento ao lado de João Mandarino e Fernando Nicolini.  

 

O  bailarino Daniel de Oliveira “Kiri” abre o festival com a performance "Sensorial", onde ele convida o público a mergulhar no universo do breaking. A companhia baiana Delá Praká, composta por Marina Collares e Ronan Lima, encerra a noite com a performance "Embira", onde os artistas unem dança contemporânea e acrobacias em dupla, criando movimentos fluidos onde a virtuosidade aparece como surpresa. No dia 03\02, Juliete se apresenta com "Mother Buraco Negro Cosmos", número que exalta a força feminina. Com "Cabeça em Sala" Bruno Duarte explora o Krump e a dança contemporânea para relatar a experiência de criar seu próprio universo artístico dentro de casa . No dia 10\02, Tayane Almeida apresenta "Bases no Corpo", onde brinca com as possibilidades do equilíbrio com as transições acrobáticas. Júlio Rocha traz a performance "De Que Lado Estou?" para falar da mistura de movimentos entre a capoeira, o hip hop e as acrobacias.

 

No dia 24\02,  Phelipe Young e Renata Barcellos apresentam "Olhar ProFundo", que é inspirado na lenda chinesa "O Sapo e o Poço", que fala sobre estar em um lugar onde não consegue enxergar a imensidão do mundo até alguém lhe estender a mão. João Mandarino traz "Alvorada", uma reflexão sobre gestar um outro corpo a partir da sua experiência de ser pai. No dia 03\03, Guilherme Gomes apresenta o solo de dança contemporânea "Sol Interior", inspirado na obra “Um sol para esse momento de Clausura”, do artista plástico Feliciano Centurión, para abordar a solidão interior em tempos de pandemia. A bailarina Helena Heyzer apresenta "A espera é o motivo. Dançar é urgente". Inspirado no poema "Alma Ancestral", da escritora afro equatoriana Aida Baudista, a artista transita entre os lugares do real e do imaginário dentro da sua casa.

 

Encerrando o festival no dia 10\03, o paulistano Diogo Granato apresenta a performance "AcroCasa", uma exploração itinerante pela própria casa usando dança acrobática, parkour e improviso, e também Natasha Jascalevich com "O Jantar Ideal". Ansiedade, a idealização da pessoa amada, o preparo da receita perfeita, a escolha de um bom vinho são os ingredientes dessa performance cheia de humor e contorcionismo.

  

"Não iremos e nem queremos trocar o modelo presencial pelo virtual, porém vimos que é possível se adaptar e criar novas possibilidades de se estar em coletivo e de se fazer um evento. Nesse modelo de apresentação foi possível ter um público de vários estados do Brasil e também de outros países como Suíça, França e Portugal", destaca Helena, acrescentando que nesta segunda edição o projeto conta com assistente de sala, profissional que irá até a casa dos artistas para fazer a preparação espacial e a iluminação da performance aprimorando a qualidade da apresentação e da transmissão.

 

O projeto Interações Acrobáticas tem o apoio do fomento à Todas as Artes – Lei Aldir Blanc - da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura.

 

Helena Heyzer - idealizadora e coordenadora 

 

Bailarina, professora e idealizadora do projeto Interações: Processos de Criação em Dança Acrobática. Formada no curso técnico e licenciada pela Faculdade Angel Vianna, onde desde 2014 leciona no Curso Livre de Dança Acrobática. Iniciou em 2013 sua trajetória no Circo pelo Profac - Programa de Formação do Artista do Circo no Crescer e Viver, e desde então une as linguagens do Circo e da Dança em seus trabalhos artísticos e pedagógicos. A artista é intérprete/criadora do solo de dança acrobática "Feito Fio Fosse Teia”, com direção de Paulo Mantuano, apresentado em diversos festivais e mostras. Criadora, fundadora e ex-coreógrafa da ala de dança do bloco de carnaval AGYTOÊ. Atualmente é integrante do Grupo Monjuá e está em processo de criação com o espetáculo de circo, dança e teatro Magote”.   

 

Oficina 

As oficinas gratuitas são destinadas ao público em geral com idade acima de 16 anos. 

Serão 24 vagas por dia a serem preenchidas de acordo com a ordem de chegada.  

 

cronograma

 

30/01 

Daniel Kiri - Oficina de Breaking - 10h

Cia Dela Praká - Oficina de Dança Acrobática - 14h

 

06/02

Juliete - Oficina de Voguing - 10h

Bruno Duarte - Krump em Movimento - 14h

 

11/02 (Quinta - feira)

Tayane Almeida - Bases no Corpo - 10h

Júlio Rocha - Contemporary Move - 14h

 

27/02 

Phelipe Young e Renata Barcellos - Oficina de Dança Acrobática- 10h

João Mandarino - CPM, Consciência, potência e movimento - 14h

 

06/03

Helena Heyzer - Corpo Invertido - 10h

Guilherme Gomes - O corpo na Cena - 14h

 

13/03

Natasha Jascalevich - Yoga para acrobatas - 10h

Diogo Granato - Oficina de Dança Acrobática - 14h

  

Serviço

Interações Acrobáticas

Temporada: 27\01 a 13\03

Hora: às 20h

Local: Zoom (link no @interacoesacrobaticas no instagram e facebook) 

ingresso: gratuito

duração: 90 minutos 

capacidade: ilimitada

 

Programação

 

27/01

Daniel de Oliveira   “Sensorial”

Cia Delá Praká    “Embira”

 

 

03/02

Juliete  "Mother Buraco Negro Cosmos"

Bruno Duarte "Cabeça em Sala"

 

10/02

Tayane Almeida "Bases no corpo"

Julio Rocha "De que Lado Estou"

 

 

24/02

João Mandarino  “Alvorada”

Phelipe Young e Renata Barcelos  “Olhar ProFundo”

 

 

03/03

Helena Heyzer: "A espera é o motivo. Dançar é urgente”

Guilherme Gomes "Sol Interior"

 

10/03

Natasha Jascalevich “O Jantar Ideal”

Diogo Granato  “AcroCasa’

  

 

Ficha técnica

Idealização,coordenação e apresentação : Helena Heyzer

 

Curadoria: João Mandarino e Helena Heyzer

 

Produção Executiva: Fernando Nicolini

 

Design gráfico: Bia Vinzon

 

Comunicação de mídias sociais: Ana Luiza Gonçalves

 

Assistentes de sala: Daniel Ernesto Poitteven e Dodô Giovanetti

 

Assessoria de imprensa: Lyvia Rodrigues (aquela que divulga)

 

Artistas :

Bruno Duarte 

Cia Delá Praká - 

Daniel de Oliveira - “Kiri”

Diogo Granato

Guilherme Gomes

Helena Heyzer

João Mandarino

Juliete 

Júlio Rocha

Natasha Jascalevich

Phelipe Young 

Renata Barcellos 

Tayane Almeida

 

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes