[Náufrago do Sofá]: Outer Banks - 1º Temporada - Crítica



Hey, Náufragos! Irônico o nome da coluna para falar dessa série, não? “Outer Banks” é a nova produção da Netflix com um estilo bem praiano e misterioso que já conquistou muitos espectadores por aí. Jonas Pate, o criador, viveu bem nesse ambiente e sabe do que está falando quando coloca isso em cena. A série deixou uma marca própria tão forte que os internautas viralizaram o desafio de se vestir como os personagens nas redes sociais. 

Na periferia de um conjunto de ilhas na costa dos Estados Unidos vivem os Pogues, um grupo de amigos inseparáveis que está sempre em guerra com os Kooks, a galera rica do pedaço. Ao encontrarem um barco perdido e alguns pertences para lá de suspeitos após uma tempestade, John B (Chase Stokes) decide finalmente investigar o desaparecimento de seu pai e continuar a busca que ele fazia enquanto vivo.


Nessa jornada, John B não contava que se apaixonaria por Sarah Cameron (Madelyn Cline), uma das Kooks mais influentes, e muito menos que isso poderia influenciar tanto em sua busca perigosa por respostas. Por outro lado, Kiara, Pope e JJ (Madison Bailey, Jonathan Daviss e Rudy Pankow respectivamente) lidam com grandes questões pessoais quando embarcam nessa grande loucura armada por seu amigo.

A primeira coisa a se falar é do show de atuação que o elenco apresenta. Apesar do roteiro deixar claro como eles são adolescentes se divertindo, também são filhos buscando aprovação de seus pais, e isso resulta em cenas de drama bem intenso. Felizmente, os atores mostraram boa postura diante a esses comportamentos e trouxeram a realidade de muitas famílias espalhadas pelo mundo afora.


Outer Banks realmente existe e é um conjunto de ilhas que formam uma barreira na Carolina do Norte, porém as cenas foram gravadas na Carolina do Sul. Como esperado para um show com visual de praia, a fotografia é sensacional, assim como o figurino e a iluminação, que dão sempre a sensação de estar mesmo em ambiente natural. Quem gosta de praia com certeza sente o coração apertar de vontade ao assistir a tudo isso. 

A série de 10 episódios e aproximadamente 50 minutos cada (uau, nem dá pra perceber) estreou em abril na Netflix e há especulações na internet sobre a segunda temporada estar em desenvolvimento e pode ser até que planejem mais 3 por aí. Temos história pela frente, mas por enquanto vamos pensar nos ganchos que já nos deixaram. Já assistiu? Me conta o que você achou e se está andando de roupa de banho pela casa que nem eu (S.O.S).


Bia Oliveira

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes