[Meu Segredo]: Dia 6: Shopping



E aí meus curiosos de plantão prontos para mais um relato ácido que talvez seja a minha vida ou obra da minha imaginação. Estou um tempo sem escrever as vezes dá uma agonia falar de alguns temas.

Shopping, o que é para você? Já tive uma época que Shopping era lugar de ir comprar Mc lanche feliz, para ficar com os bonecos da Bela e a Fera. Sim, eu estou na casa dos "inta", os trintas, oh época, oh fase. Outro dia falamos sobre ele.

Depois o Shopping se tornou o ponto de encontro com os amigos para curti um cinema ou encontros amorosos.

Aquela emoção da experiência de se achar adulto porque seus pais te deram dinheiro para você sair sozinho.

Olhar aquelas vitrines hipnóticas e pensar nas milhares possibilidades se você adquirisse qualquer um daqueles itens.

Sempre tem aquele amigo próspero que vai compra coisas que você nunca vai poder ter.

A verdade dolorosa e que você só tem na carteira dinheiro para um lanche, ônibus e um ingresso do cinema.

Sabe o que é pior para o amante de cinema? Os beijoqueiros na hora do filme. Você quer ver o filme e o ser que beijar ou quer passar a mão.

O ódio corrói porque você que ver o maldito filme, que foi caro e você só vai poder fazer isso de novo no próximo mês.

Pode acredita, essa é a parte do encontro romântico que odeio.

Vamos ao presente. Hoje, o que o shopping após todo esse período de quarentena?

Estabelecimento para pessoas entediadas, cansadas de suas famílias o dia inteiro em casa perturbando, se refugiarem.

E eles querem gastar dinheiro só para se sentirem novamente como antes.

É quase como um casamento em crise e que um dos cônjuges dá aquela pulada de cerca.

Foi uma das sequelas dessa pandemia, pessoas entediadas em buscar de prazeres que já foram comuns e agora são raros.

O ser humano gostar de bater no peito seus direitos e esquecem os deveres para desfrutar dessa falsa normalidade, temos novas vestimenta e uma nova conduta de convivência que parece que diz não usem máscaras porque o que tem de gente não usando corretamente.

Mesmo com as estatísticas cada vez mais assustadoras da contaminação e a mortalidade.

Shopping abriram para tentar manter famílias e empresas que estão próximas a quebra financeira. Usa uma máscara é tão pouco para salvar uma vida ou várias vidas. Não consigo ver o Shopping com o mesmo prazer lúdico de infância. Vejo ele como um alimentador de famílias, seja financeiramente ou até mesmo nutricionalmente.

Um bocado de lojas amontoadas em um mesmo local com um ar refinado. Aquela ilusão que pagar mais caro é uma luxo merecido.

Talvez vocês discordem de mim ou ache mais um drama, isso é com vocês....

Me diga quem é você hoje ?

O que é o Shopping para você?

Eu hoje sou a pessoa que preferia a velha e maravilhosa praia ou cachoeira em vez de mais uma prisão de paredes cotidianas do confinamento chamado pandemia.

Usem máscaras curiosos dessa pandemia.
Me conte o seu segredo: Ou me julgue se assim se sentir conectado.

As regras são simples: vocês podem mandar seus textos, com suas histórias para o nosso email: desconexao.leitura@gmail.com, daremos uma olhada e caso seja necessário, editaremos, só para manter o estilo.

Palavrões e ofensas não são bem vindas.

Vocês podem mandar ideias de próximos temas e comentar o quanto quiserem.

As postagens serão semanais. Todas as quartas!

Sabe como é? Segredos precisam de tempo para serem criados.

Não querem se identificar? Manteremos sua identidade em sigilo.

Até o próximo Meu Segredo.

Djamila Farias

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes