Por Trás do Som: Cardi B - O Big Bang Da Fama



 Hey, desconectados! eu sou Taú e esse aqui é mais um Por Trás do Som com uma cantora que pisa muito, pois é especialista em tacar sapatos nas pessoas, é muito bem humorada e é inegavelmente um fenômeno atual. Ela: Cardi B! Okuuuurt! Uma ótima leitura para todos mas se não gostarem "suck a dick and die" como diria Cardi.





Belcalis Marlenis Almánzar é o nome dela, nascida em 11 de outubro de 1992, na cidade do Bronx em Nova Iorque. Cardi B. Pela falta de oportunidade financeira e intelectual também, a cantora, aos 16 anos teve que trabalhar em um mercado do qual foi demitida aos 19 anos e começou a trabalhar como stripper.

Cardi não vê problema algum em falar sobre o tempo em que foi stripper e inclusive agradece pelo trabalho que a possibilitou dinheiro para sustento.

A rapper ficou conhecida nos Estados Unidos por fazer vídeos no Instagram e no Vine. Seus vídeos chamaram tanto a atenção que ela foi chamada para participar do reality show Love & Hip Hop: New York onde conseguiu se mostrar (e brigar) bastante. Ela participou de duas temporadas do reality, mas depois abandonou pois queria focar na carreira musical.






No final de 2015, a compositora lançou seu primeiro single autoral chamado “Cheap Ass Wave” que é uma versão da música “Queen’s Speech 4” da Rapper Lady Leshurr, do qual não fez muito sucesso. Já no começo de 2016, ela lançou a mixtape “Gangsta bitch music vol. 1” que a apresentou ao mercado como grande aposta da Atlantic Records.

Em 2017, Cardi lança a segunda parte de sua mixtape. “Gangsta bitch music vol. 2” que rendeu para ela duas indicações ao BET Awards como ‘Melhor Artista Revelação’ e ‘Melhor Artista Feminina de Hip-Hop. Ano fatídico para a carreira de Cardi, em junho, a cantora lançou “Bodak Yellow” que foi o single que apresentou a cantora para o mundo todo e fez ela finalmente se tornar reconhecida.

A canção ficou em primeiro lugar na Billboard Hot 100 fazendo história por ser a primeira rapper a conseguir o feito desde 1998. É óbvio que o single a rendeu indicação no BET Hip-Hop Awards. É claro que isto também abriu portas para ela gravar um dos seus maiores hits (e tretas): “Motorsport” de MIGOS com Nicki MInaj.







Em 2018 ela entrou com tudo! Já em janeiro foi convidada a fazer o remix de Finesse de Bruno Mars; Uma mistura que deu muito certo, só no youtube já tem mais de 657 milhões de visualizações e foi a canção responsável por completar o feito inédito de ser a primeira mulher a ter 5 canções no top 10 da Billboard simultaneamente. Dividindo ali o espaço com “Bodak Yellow”, “Motorsport”, “No LImit” e “Bartier Cardi”. Ela não veio pra brincar mesmo!

Em abril de 2018 ela lançou seu álbum “Invasion Of Privacy” que recebeu muitos prêmios e a fez chegar em lugares muito altos, só a música “I Like It” ficou em número um na Billboard por muito tempo, além de “Girls Like You” que também alcançou o topo das paradas.

Cardi quebrou recordes e estigmas, realizou feitos em tempo recorde de carreira, foi indicada a prêmios importantíssimos como o VMA, AMA e o maior de todos, o Grammy – onde levou a estatueta para casa com o prêmio de “Álbum do Ano”. Destruiu barreiras e mostrou que uma stripper era capaz sim de realizar seu sonho. Perguntada sobre acreditar em seus sonhos pelo canal Vlad TV, Cardi B afirmou:

“Eu sou o tipo de pessoa que é muito realista, exageradamente realista e eu pensava ‘meu sonho é ser rapper mas o que me faz pensar que no meio de tantas outras eu serei uma artista que vai bombar.’”












Em 2019, a cantora reafirmou a parceria com Bruno Mars em “Please Me” que já tem mais de 300 milhões de visualizações no Youtube, e no meio do ano lançou “Press” que foi um single com um clipe muito estético e marcante.

E é óbvio que em 2020 ela também hitou, só que de outra forma. No começo do ano, Cardi estava de férias e por isso não lançava nada de música, até que estourou o assunto da pandemia causada pelo novo Corona vírus e ela fez um vídeo viral que devo dizer que foi um dos maiores hits de sua carreira, não abandonando aquela menina que fazia vídeos e bombava no Instagram antigamente.











Texto: Taú
Compositor, escritor e técnico de negócios
Instagram: @tauoficial_

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes