[Notícias] Rachel Reis quer espalhar felicidade com lançamento de "Sossego"



Rachel Reis. Foto: Laura Oliveira/Divulgação



Baiana de Feira de Santana lança segundo single e quer espalhar felicidade


O momento é de pandemia e incertezas, muitos não estão perto de quem amam e esse é o ponto central do segundo single da baiana de Feira de Santana (BA), Rachel Reis, “Sossego”.
“Fiz essa música no começo de 2019, se não me engano. Ela fala sobre a vontade de estar perto de quem a gente gosta muito, de como essa sensação quase faz com que a gente esqueça o resto do mundo, das complicações, dos problemas. Gosto que ela tem uma batida que dá pra gente dançar também, tentar extravasar um pouco. Tudo já anda bem triste, acho legal tentar levar essa alegria pra quem escuta”, fala com esperança Rachel Reis.
A artista tem apenas 23 anos e iniciou sua carreira em 2016, deixando de lado covers e versões para mostrar o seu lado compositora. “Ventilador”, o primeiro single chegou com videoclipe e foi lançado em janeiro deste ano. A música acumula mais de 80 mil plays no serviço de streaming Spotify e entrou em mais de 1000 playlists, mostrando um início de grande sucesso para a artista.
“Eu comecei a cantar profissionalmente no começo de 2016, mas sempre tive um envolvimento com música desde pequena por causa da minha mãe. Ele foi cantora de seresta aqui na nossa cidade, então cresci em ambiente de ensaios, palcos, músicos pela casa toda! Sempre gostei bastante, mas tinha muita vergonha e não imaginava que fosse pra mim. Fui quebrando essa vergonha aos poucos e ainda estou nessa construção. Já fiz barzinho, eventos, shows para a prefeitura, tudo que aparecesse eu ia. Até que em 2019 começou a surgir a vontade de cantar coisas minhas, de passar alguma mensagem pra as pessoas daquilo que vinha de mim, desde então eu tenho pensado e me organizado muito pra que isso seja possível”, revela Rachel.
Em 2019 ela gravou em Recife junto com os produtores musicais Barro e Guilherme Assis, que também são guitarra e baixo no single. “Sossego” foi gravado no Zelo Estúdio e tem mixagem de Guilherme Assis, masterização Vinícius Aquino, sai pelo selo Zelo e é distribuído pela Alta Fonte.


“Se eu puder fazer alguém se alegrar nesse momento difícil já tá valendo muito”, fala Rachel Reis

Este também tem sido um momento delicado para fazer lançamentos e de pensar na carreira.
“Eu decidi lançar agora, porque a música pra mim é um refúgio. A arte, no geral. Acredito que pra muitas pessoas também seja! Se eu puder fazer alguém se alegrar nesse momento difícil, se identificar com ela, já tá valendo muito.Tenho usado este momento pra tentar de alguma forma organizar minhas ideias, estudar um pouco, compor… Não tenho muita noção de como as coisas vão ficar daqui pra frente, mas tenho pensado muito em começar a trabalhar nas composições de um álbum, quem sabe, um EP”, finaliza a artista com esperança.

Redes Sociais


My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes