[Resenhas] Fazendo Meu Filme




Paula Pimenta é conhecida por escrever de maneira que faça com que nos tornemos amigos dos personagens. "Fazendo Meu Filme" é uma série assim, confortável para os leitores, por isso é tão envolvente. Quanto mais você lê, mais sente que faz parte da história de fato, sente junto, ri junto, chora junto. Pra quem sente saudades da Fani e companhia, recentemente ela lançou o "Lado B" que é do ponto de vista do Léo.

A série é sobre Fani, uma menina tímida e sonhadora, e sua trajetória na vida desde novinha. Nas páginas podemos acompanhar a protagonista fazendo e desfazendo laços no seu dia a dia, correndo atrás de seus objetivos e realizando seus sonhos. Nesse meio tempo tem o Léo, seu melhor amigo e colega de sala, que desde sempre é apaixonado intensamente por ela, e claro, ela não sabia. Após reconhecer a recíproca, os dois vivem um amor digno de cinema.

O título do livro se refere a carreira que Fani quer seguir, a de cineasta. Desde sempre ela foi obcecada por filmes e coleciona DVDs, sempre assistindo de forma crítica e tentando entender as cenas por trás das câmeras. Da mesma forma que os livros da série, os filmes que ela ama (inclusive a autora cita com frequência) são de "amorzinho", aquele gênero bem água com açúcar que deixa a gente sonhador e crendo em finais felizes.

"Fazendo Meu Filme" tem admiradores de todas as idades pois, apesar de parecer um pouco infantil, todo mundo quer sentir de novo essa esperança juvenil de que vai dar tudo certo. Os personagens são tão amados que Paula Pimenta fez outra história, "Minha Vida Fora de Série", também romance, sobre a vida de amigos da Fani, então as duas séries se encontram pelo caminho. A primeira série terminou em 2012, mas em outubro de 2019 ganhamos o "Lado B" para matar a saudade.
 
Além de podermos ler novamente sobre esse romance tão bonito, é importante entendermos o outro lado da história pois há a oportunidade do outro protagonista se defender (apesar de ser difícil defender o Léo). Não tenho dúvidas de que essa autora tão sensível possa nos prender, surpreender e emocionar mais uma vez com suas palavras. Esperamos que Paula Pimenta entenda que vamos exigir o trabalho dela por mais muito anos, não é?

O romance é um clichê, mas nada que fuja da realidade. O dia a dia de Fani é natural e suas aventuras poderiam ser facilmente baseadas em fatos reais ou acontecer com meros mortais como nós. Claro que pra dar um gostinho a mais a autora acrescenta aquelas coisas que só acontecem em novela, mas na medida certa, sem transformar tudo em algo superficial. Afinal, como já mencionei, é como se Fani e Leo fossem nossos amigos de verdade.

Nesse momento difícil de isolamento que estamos passando, eu recomendo essa leitura para passar o tempo de forma produtiva e criativa. Assim, além de ter o que fazer, você ainda ganha uns "amigos" pra fofocar. Todos os 4 livros, mais o "Lado B", estão disponíveis para compra online. Comenta aqui o que você achou da série e me recomenda de volta uns afazeres. Bom, agora é só luz, cama e ação!

Por Bia Oliveira




My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes