[Meu Segredo]: Dia 3: Quarentena


Um dia comum, TV ligada e a notícia demora de entrar em minha mente.

O governo acaba de decretar quarentena.

Como assim? Acordei em um filme de ficção científica?

Minha mente começa a pensar estamos num país subdesenvolvido/em desenvolvimento se os bem desenvolvidos estão sofrendo como vai ser no Brasil? Caos, mortes e fome?

Aquele que deveria cuidar da nação acha que é brincadeira mesmo com tantos colegas de trabalho infectados pelo Coronavírus.

As leis que prometiam saúde e direito de ir e vir não são aplicadas em um caso desses.

Ficar em isolamento foi a única opção dada para controlar o avanço da doença.

Quem mora na área metropolitana não pode sair da sua cidade.

Vida social apenas por smartphones.

Os empregos estão em zona de risco no comércio.

As pessoas em pânico estão tendo os primeiros casos de ansiedade e depressão por isolamento.

Uma semana de quarentena se passou e as prateleiras de alguns alimentos estão vazias, álcool em gel é o artigo mais procurado no país e no mundo.

Idiotas criam vídeos comparando o mesmo em drogas.

Eu sigo só com saudade de trabalhar, de poder ir no mercado sem medo de ficar doente. Já que sou best friends das "ites", sinusite, rinite e parente distante da asma. Só aparece para dizer Oi na hora errada.

Por causa do meu quadro alérgico me encontro no grupo premiado de risco, como me sinto com isso? Se resume a um palavrão todo meu sentimento.

Nessa primeira semana vivi acompanhando as notícias como aquela tia fofoqueira, completamente viciada em saber tudo. Talvez seja o lado curioso se apossando de mim. Até que surtei e parei de assistir tudo. Chega!

Fiz uma meta vou ver apenas um jornal por dia.

E o resto do tempo vou ocupar com coisas que não podia fazer por falta de tempo.

Vocês querem a lista? Eu posto se pedirem.

Sabe o que me cansa nessa pandemia mundial os achismos, como uma máscara de poeira vai te proteger de um vírus microscópio? Eu vi pessoas utilizando isso na falta de máscara cirúrgica.

Ainda sim, o maior reprodutor de besteiras por segundo, é quem deveria ser a pessoa que mais preocupada com a população brasileira. 

Nossos governadores estaduais estão dando o maior exemplo de humanidade e nos mostram sua melhor faceta nesse momento de crise. A política que deveria ser uma solidez nesse momento de crise parece que vive em tensão.

Eu sou mais um em isolamento pensando nas profecias da minha avó evangélica dizendo que Jesus está voltando. Será o Apocalipse que ela tanto diz?

Será que Satã mandou essa pandemia e só os impuros vão morrer?

Acho que a quarentena já está abduzindo meu lado racional.

Hoje sou a paranoia ambulante. 

E você como anda sua vida na quarentena? 

Quem é você hoje?

Me conte o seu segredo: Ou me julgue se assim se sentir conectado.

As regras são simples: vocês podem mandar seus textos, com suas histórias para o nosso email: desconexao.leitura@gmail.com, daremos uma olhada e caso seja necessário, editaremos, só para manter o estilo.

Palavrões e ofensas não são bem vindas.

Vocês podem mandar ideias de próximos temas e comentar o quanto quiserem.

As postagens serão semanais. Todas as quartas!

Sabe como é? Segredos precisam de tempo para serem criados.

Não querem se identificar? Manteremos sua identidade em sigilo.

Até o próximo Meu Segredo.

Djamila Farias

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes