[Ásia nas Entrelinhas]: Ego - BTS



O MV de EGO é o terceiro da nova forma de divulgação de comeback adotada pelo grupo BTS esse ano, e traz em seu MV elementos que são importantes e significativos muito mais para seu fandom do que para alguém que caiu de paraquedas no MV e foi assisti-lo por estar sendo bastante comentado por exemplo.

A intenção principal desse novo videoclipe foi trazer referências do primeiro lançamento feito pelo grupo antes de seu debut, e alguns takes de lançamentos importantes ao longo de sua carreira, o que faz bastante sentido devido ao fato de que esse comeback é extremamente ligado à importância dos sete anos de carreira do grupo (tanto que o nome do álbum é Map of the soul: 7), porém não só a isso, e é por essa razão que existe ainda muito a ser revelado tanto no último videoclipe - que tem previsão de lançamento dia 28 de fevereiro - quanto no álbum - que tem previsão de lançamento dia 21 de fevereiro.

É impossível não tentar relacionar elementos do primeiro Comeback trailer com esse, já que fazem todos parte de um mesmo conjunto, e o BTS é conhecido por não dar pontos sem nó quando se trata da mensagem que desejam passar com seus trabalhos, e essa música em específico é tão claro em sua letra que está tratando quase que exatamente do mesmo assunto que a música anterior: uma conversa do eu do passado com o eu do presente, questionamentos infinitos sobre o futuro e o passado e tudo o que conquistaram até ali, e que mesmo com medo deve ser seguido, uma espécie de despertar para o fato de que existem duas pessoas dentro de uma só: o artista e a “pessoa”, assim como na música anterior, e essa pessoa, apesar do medo citado, quer seguir em frente seu caminho, pois é algo conquistado e mesmo com todas as incertezas, são parte de quem são.

Escrevo no plural porque apesar de ser interpretada somente pelo J-Hope, existe todo um conjunto quando se trata de BTS, as letras de suas músicas individuais e o álbum como um todo, então acredito veemente que se trate de um sentimento geral, e que agora tudo começa a se esclarecer um pouco mais: a mensagem a ser passada dessa vez tem absolutamente tudo a ver com a separação de suas personas e seus “alter egos”, que eu particularmente enxergo como suas vidas artísticas, seus trabalhos.

Apesar de todos os elementos que claramente adorei, eu não curti tanto assim a estética do MV. Gostei de todas as referências que encontrei - e já teorizei em cima delas -, mas não foi um dos MV’s que mais amei até agora. Ainda assim, é muito bonito e eu não deixei de gostar inteiramente.

As três músicas lançadas até agora falam da relação artista-pessoa e trabalham conceitos de personalidade que eu ainda não conheço tão a fundo, mas que, por conta de todos esses MV’s e letras, estou muito curiosa para entender melhor, porque sem ter tanto conhecimento assim, já estão sendo absurdamente interessantes.





Título: Outro: Ego
Artista: J-Hope
Direção: YooJeong Ko
Direção de fotografia: Pure.K, Kim Shin Gyu, An Da Sol
Produção: Kim Yeonjin
Produção e distribuição: Bighit Labels
Tipo: MV
Duração: 3:23 minutos
Lançamento: 02 de fevereiro de 2020 (Brasil)/ 03 de fevereiro de 2020 (Coreia do Sul)
Nota: ★★★★☆


Clarissa Bernardo

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes