[Notícias] O carnavalesco Leandro Vieira, recebe religiosos na Cidade do Samba



A campeã do carnaval de 2019 vai pisar na Sapucaí com mais um enredo para levar o público à reflexão. Com “A verdade vos fará livre”, pelas mãos do carnavalesco Leandro Vieira, que traz a volta de Jesus Cristo à Terra, alusivo aos pobres, como os moradores de favelas, que sofrem com todo tipo de preconceito, principalmente com a intolerância religiosa.

O enredo da Mangueira, vem muita emoção. Com um enredo polêmico, a verde e rosa abriu seu barracão ontem (30), para apresentar e mostrar como seria se Jesus Cristo retornasse nos dias de hoje, vindo do morro da Mangueira. No samba-enredo, os compositores Manu da Cuíca e Luiz Carlos Máximo lembram a origem humilde de Jesus e protestam contra o extermínio de pessoas nas comunidades.
 
Liderado pelo Prof. Dr. Babalawô Ivanir dos Santos, religiosos atenderam ao chamado, e lá foram eles para a Cidade do Samba, conhecer a "linguagem carnavalesca", ciceroneado por Leandro, a maioria nunca tinha visitado um barracão antes, como Rabino Nilton Bonder (Congregação Judaica do Brasil), Frei Tata, Pastora Lusmarina Garcia (Teóloga luterana), Reverendo Daniel Rangel (Paróquia Anglicana de Todos os Santos - Niterói), Reverenda Inamar Corrêa de Souza (Anglicana), Júlio Oliveira (Comunidade Batista de São Gonçalo), Rodrigo Coelho (Reverendo da Igreja Presbiteriana da Praia de Botafogo), Rafael Oliveira (Antropólogo, do Terreiro da Casa Branca - Bahia e do KOINONIA), José Kowalska (Luterano), Pastor Marco Davi (Nossa Igreja Brasileira), Conceição d'Lissá (Terreiro de candomblé Kwe Cejá Gbé), Yango (Agen Afro), entre outros.

O grupo percorreu pelas alegorias e atento à cada apresentação de carro, ouviram detalhes do que será apresentado na avenida. O consenso foi unânime, não houve condenação. Morador da Mangueira, o babalawô Ivanir dos Santos foi convidado por Leandro para liderar também um grupo de religiosos que vão desfilar à frente da escola, no domingo, 23 de fevereiro. "Vamos ter uma faixa, que será um grande surpresa. Esse enredo é uma ode à liberdade. O Jesus que a Mangueira vai levar para a Avenida é o Jesus da gente, do nosso povo", atestou o sacerdote

Segundo a pastora Lusmarina Garcia, da Igreja Luterana - “Leandro Vieira é uma pessoa de fé e traz para o carnaval carioca a figura do Jesus encarnado. Ele recupera, através da arte e cultura carnavalesca, o Jesus histórico: aquele que se faz ser humano para que toda a experiência humana não lhe seja estranha. É o Jesus que acolhe em seu próprio corpo, todos os corpos. A potência positiva que se expressa nos carros alegóricos provém do trabalho de centenas de homens e mulheres que, no barracão da Mangueira, põem a sua criatividade e força para que a mensagem do amor e da solidariedade de Deus conosco, se expresse na festa popular de maior abrangência do Brasil ”.

Frei Tata, também aprovou a ideia - "Do ponto de vista artístico e teológico, a Mangueira foi muito feliz. Deveríamos ver a Mangueira porta voz da Evangelização, se assim tivéssemos a coragem de vê-la, em meio a maior festa popular que temos no Brasil. E tudo isto, sem a pretensão de proselitismo, longe de intolerância religiosa, pensando os muitos desafios de nossa sociedade eu diria, cada vez mais marcada pelas muitas desigualdades e concentração de renda"

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes