[Filmes] Maria e João: O Conto das Bruxas



O filme “Maria e João: O Conto das Bruxas”, uma nova versão de terror e suspense dos Irmãos Grimm, direção de Oz Perkins, cineasta de “February” (2015). Segundo, o diretor em entrevista à Entertainmente Weekly o filme é muito fiel à história original, tendo como personagens centrais: Maria, João e a Bruxa. Maria é bem mais velha que João e tem uma postura de protetora com o irmão.

No elenco temos Alice Krige (Bruxa), Sophia Lillis (Maria) e Sammy Leakey (João). O filme foi gravado na Irlanda, tendo como locação um pavilhão de caça abandonado, de acordo com a crença local, era freqüentado por uma representação do mal.

O filme mostra vários símbolos que são considerados “do mal”, em uma das primeiras cenas notamos a presença da cruz invertida na parede ao lado de uma cama. A cruz invertida foi difundida na cultura popular a partir dos filmes de Hollywood, como “O bebê de Rosemary” e “O Exorcismo de Emily Rose”. Portanto, é uma imagem muito comum aos filmes de terror para causar impacto no espectador.

Durante um período de muita escassez Maria e João são orientados pela mãe muito debilitada a enfrentar a floresta escura e repleta de mistérios e perigos em busca de alimento e sobrevivência. Eles encontram uma senhora misteriosa que oferece abrigo e comida em abundância.

 Maria sente-se responsável pelo irmão, e precisa levar João sempre consigo, e de certa forma o filme mostra como isso pode impedir seu progresso, como nossos apegos e as coisas que amamos às vezes podem atrapalhar nosso crescimento.

A fartura da casa desperta a desconfiança de Maria e a partir disso, ela começa a ter sonhos reveladores sobre a origem daquela comida. E para dar um fim naquela história se vê obrigada a se afastar do seu irmão para assim seguir seu destino e crescimento. E assim João também pode explorar seu potencial.

Juliana Rodrigues


My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes