[Crítica]: O Preço da Verdade



Estreia em 13 de fevereiro de 2020 o filme ‘O Preço da Verdade’, dirigido por Todd Haynes e protagonizado por Mark Ruffalo. Atuando heroicamente, mas dessa vez não como Hulk, ele interpreta o papel do advogado ambiental Robert Billot, na biografia que conta sua jornada contra os crimes à humanidade cometidos pela corporação química Du Pont; e você, espectador, ficará assustado ao descobrir o quanto é atingido por esses crimes.

O filme começa em meados da década de 90, quando o advogado ainda trabalha para o meio corporativo e é procurado como ambientalista por um fazendeiro da Virgínia Ocidental, por intermédio de sua avó, que mora no mesmo estado. A princípio, Robert recusa ajuda a Willburn Tennant (Bill Camp) por não ser seu ramo de advocacia, mas, intrigado com a indicação, contata a avó, descobre seus motivos, e decide ajudar o homem como um favor para um amigo da família. 

Ocorre que, Willburn está acusando a empresa Du Pont de despejar seu lixo químico nas proximidades de suas terras e isso estar matando seus animais, então o advogado começa a investigar para garantir que, caso o envolvimento de sua empresa aliada fosse confirmado, o homem teria todos os seus direitos garantidos e os crimes seriam pagos.

No entanto, no desenrolar da trama, a Du Pont reluta em colaborar com a investigação, o que leva Robert a desconfiar que a corporação para qual trabalhava estaria escondendo mais do que descarte químico inapropriado: haveria algo de suspeito na fabricação de seus produtos. O caso toma proporções maiores a cada descoberta do advogado, até que se revela que a atuação da indústria química é um atentado escandaloso à saúde pública mundial. 

O novo trabalho de Todd Haynes mantém o espectador curioso em sua introdução e ansioso por respostas ao protagonista em seu decorrer, além de despertar em quem assiste o senso de justiça não só pelos personagens, mas pela trama como um todo. O filme conta com a grande atuação de Mark Ruffalo, novamente fora das adaptações de HQs, e também com a brilhante participação de Anne Hathaway, como a esposa de Robert Billot, Sarah Barlage Billot. 

‘O Preço da Verdade’ é uma obra excepcional principalmente para amantes de filmes investigativos e/ou baseados em casos reais. Inclusive, este último fator é a razão pela qual o filme surpreende o público com o quanto ele pode ter sido atingido pelos crimes cometidos pela empresa em questão. A propósito, você já ouviu falar de panelas antiaderentes revestidas com Teflon?


Ficha Técnica

Título: Dark Waters

Ano: 2020

Classificação: 12 anos

País: EUA

Gênero: Biografia/ Drama

Duração: 106 min

Roteiro: Mario Correa, Matthew Michael Carnahan

Produção Executiva: Jonathan King, Michael Sledd, Robert Kessel

Produção: Pamela Koffler, Mark Ruffalo, Jeff Skoll, Christine Vachon

Direção: Todd Haynes

Elenco: Anne Hathaway, Mark Ruffalo, Bill Pullman, Tim Robbins, William Jackson Harper, Bill Camp

Distribuição: Paris Filmes

Por Joana Lúcia

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes