Por Trás do Som: Alcione - A Voz da Melanina [Especial Mês da Consciência Negra]


Hey, Desconexão Leitura! Eu sou João Victor e o Por Trás do Som de hoje está extremamente especial, pois vamos falar dela que é melanina cheirando a paixão, que é a loba e a marrom ao mesmo tempo, que não sabe cantar direito a música Evidências: Alcione! Boa leitura a todos.




O nome dela é Alcione Dias Nazareth, nasceu no dia 21 de novembro de 1947 em São Luís no Maranhão. Com nove anos, Alcione cantou em um show comandado por seu pai João Carlos - que era mestre da banda da polícia de Maranhão - e a partir daí já encantou o público que desfrutava de sua voz e seu talento, fazendo todos pedirem sua participação mais vezes, porém seu pai negou, reafirmando sua idade e seu compromisso maior com a escola.


Aos doze anos ela se apresentava em festas de aniversário e shows de calouros, mas foi só com vinte e um que começou a cantar profissionalmente, escolhendo o samba como seu gênero musical já que no mesmo ano (1969) viajou para o Rio de Janeiro em busca de seu sonho. Ao mudar-se para o Rio, a compositora morou na casa de uma tia, trabalhou em uma loja de discos e cantava a noite.




Em 1975 lançou seu primeiro álbum intitulado: ‘A Voz do Samba’ que já foi disco de ouro e deu espaço para seus posteriores 29 discos. Eu fico me perguntando de onde surge tanta inspiração, Brasil!

Falando em projetos novos, a cantora afirmou que já está preparando seu próximo CD e podemos esperar mais um conjunto compacto de grandes sucessos!



Marrom tem feitos muito importantes para a história musical do nosso país. Já cantou para o Papa João Paulo II em sua visita ao Maranhão, tem viaduto e teatro com seu nome em sua terra natal fora as suas dezenas de indicações em prêmios importantes como o Grammy Latino do qual já venceu em 2003 por melhor álbum de Samba/Pagode e não podemos esquecer os seus 14 álbuns de Ouro em vendas e os 6 de Platina. Rainha né, amores.


E para quem acha que todo sucesso acaba, está totalmente enganado! Só esse ano Alcione alcançou a marca de 1 milhão de seguidores no Instagram, se apresentou ao lado de Iza no Rock in Rio. Além de, como uma artista ligada nas tendências do momento, fez um feat com Malía e uma regravação de uma música da Aretha Franklin com a Iza também. Ela não é fraca não.


Escolhi Alcione para somar nesse mês da Consciência Negra por nunca ter tido vergonha de suas origens, suas crenças e seus ideais. Seu nome será lembrado para sempre em nossas vidas pois foi com muito esforço, luta e reafirmação que chegou até aqui.









Texto: João Victor Carneiro
Compositor, escritor e técnico de negócios
Instagram: @joaoo.victtor13







ACESSE TAMBÉM NOSSAS REDES SOCIAIS







My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes