[Notícias]: Clube Manouche recebe o projeto Cria, com Leonardo Lichote em bate-papo com Moacyr Luz, e as cantoras Ava Rocha e Bruna Caram

cid:image012.jpg@01D572FE.9BD62520

Chegamos ao fim de outubro. E as atrações do Clube Manouche nos últimos dias do mês são de dar água na boca.
Confere aí embaixo: projeto Cria, com Leonardo Lichote e Moacyr Luz, Ava Rocha e Bruna Caram, ambas em show de lançamento de seus últimos discos.




29/10 – Terça, 21h - Leonardo Lichote convida Moacyr Luz - Projeto Cria


moacyrluz-leoaversa1RED“Cria” é o nome do encontro mensal em que o jornalista especializado em cultura, Leonardo Lichote, conversa com um artista sobre o ato de criar. O convidado deste dia é o compositor, instrumentista, cantor e escritor Moacyr Luz.

A conversa é costurada, como não podia deixar de ser, pelas crias do artista, incluindo suas canções. Ao violão, ele mostra algumas das suas composições para ilustrar suas falas, provocá-las, dar novo sentido a elas. Traz, também, músicas de outros que marcaram, como influência, sua própria criação. Já estiveram por lá Adriana Calcanhotto, Jards Macalé, Moraes Moreira, João Bosco, Martinho da Vila, Alceu Valença, Tom Zé, Gilberto Gil​ e Marcelo D2.
Comandante do Samba do Trabalhador, sonho de Rio de Janeiro que se realiza toda segunda-feira no Clube Renascença, Moacyr Luz tem canções eternizadas em vozes como as de Zeca Pagodinho ("Vida da Minha Vida"), Fafá de Belém ("Coração do Agreste") e Beth Carvalho ("Saudades da Guanabara"). Sua lista de parceiros é uma espécie de seleção brasileira (a de 1970, não a das passeatas coxinhas) que inclui nomes como Aldir Blanc, Martinho da Vila, Nei Lopes, Wilson Moreira, Wilson das Neves, Paulo César Pinheiro e Luiz Carlos da Vila.

No "Cria", Moacyr vai passar pelos encontros e desencontros que o formaram como compositor desde as aulas de violão com Hélio Delmiro no Méier até as cervejas com Aldir no Bar da Dona Maria, na Muda. A noite promete ser de irreverência e lirismo, como suas canções.

Serviço

Evento: Projeto Cria: Leonardo Lichote convida Moacyr Luz
Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)
Data e horário: 29 de outubro, terça, 21h
Ingressos: R$ 50,00 (inteira), R$ 30,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 25,00 (meia) https://manouche.byinti.com
Classificação: 18 anos
Estacionamento no local (tarifado)

30/10 – Quarta, 21h - Ava Rocha no show “Trança”

Uma imagem contendo pessoa, ao ar livre, parede, árvore

Descrição gerada automaticamente
Ava Rocha traz seu show “Trança”, baseado em seu terceiro e último disco homônimo, lançado em 2018, – incluído dentre os melhores discos do ano passado pela crítica especializada – que se soma ao sucesso de seu antecessor "Ava Patrya Yndia Yracema" (2015) e "Diurno" (2011) para criar um repertório que já passou por algumas das principais cidades brasileiras e estrangeiras como Nova York, México, Pequim, Xangai, Bogotá e Medellín.

A apresentação entrelaça performance ritualística, evocação indígena, cancioneiro brasileiro e latino-americano, improviso, cultura pop, ancestralidade, feminismo, entre outras características que fazem de “Trança” um dos shows mais instigantes e diferentes da atualidade, ao amalgamar diversas referências em uma proposição nova e contemporânea.

Exclusivo e intimista, a apresentação tem a presença de dois dos grandes guitarristas dessa geração, Eduardo Manso e Marcos Campello, e do excelente percussionista Rodrigo Maré. Além das dezenove faixas do álbum, como “Joana Dark”, “Lilith”, “Singular”, “Periférica”, “Pangéia” e “Dorival”, o repertório também traz músicas dos outros dois trabalhos de estúdio.

Serviço
Evento: Ava Rocha em “Trança”
Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)
Data e horário: 30 de outubro, quarta, 21h
Ingressos: R$ 50,00 (inteira), R$ 30,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 25,00 (meia) https://manouche.byinti.com
Classificação: 18 anos
Estacionamento no local (tarifado)

31/10 - Quarta, 21h - Bruna Caram no show de lançamento do álbum “Alívio”

Uma imagem contendo pessoa, céu, vestuário, ao ar livre

Descrição gerada automaticamente
Bruna Caram está na estrada levando para os palcos seu novo álbum, o disco “Alívio”, o quinto de sua carreira. Grávida de seu primeiro filho, a também atriz, compositora, poeta e preparadora vocal assume ritmos brasileiros e mistura potência e sutileza em um show que tem a música como ferramenta de transformação e cura.

Tendo como fio condutor as situações em que a música cura o ser humano, o repertório vai se costurando como um antídoto aos tormentos vividos: solidão, insegurança, injustiça, amores que não deram certo, medo, busca por autoconhecimento. “Alívio é um show e um álbum sobre o quanto a música nos cura. Seja em momentos em que a música é protesto e conscientização, muito a ver com a situação política de intolerância e polarização que vivemos, ou em momentos em que é apenas uma doce companhia. De qualquer maneira vejo claramente o quanto a música muda o mundo e nos enche de consciência e coragem”, conta a cantora.

O repertório é composto pelas canções desse novo disco como “Gente de Bem” (Bruna/Lucas Caram), “Meu Perdão” (Caio Prado, líder do trio Não Recomendados), “Certas Canções” (Milton Nascimento/Tunai) e ainda outras com participações de Edy Trombone e Cimara Fróis. Também traz músicas de sucesso dos álbuns anteriores como “Palavras do Coração”, “Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor” (Lo Borges/Márcio Borges) e “Boa Companhia” (Bruna Caram/Roberta Sá), e claro, as releituras maravilhosas de “Força Estranha” (Caetano Veloso), “O Que É O Que É” (Gonzaguinha) e “Cartomante” (Ivan Lins).

“As canções de fora do meu repertório foram escolhidas a dedo por contar muito bem o momento em que estou vivendo: o amor inacreditável e assustador de gerar uma vida, o medo, a alegria por conseguir cantar e dividir minhas angústias com meu público” completa Bruna.

A direção do show é de Cris Ferri e o figurino usado em palcos é da Bia Rivato. A banda que acompanha Bruna Caram no palco é formada por Norberto Vinhas (violões, guitarras e viola) e Ivan Teixeira (piano e acordeom).

Ouça o Álbum “Alívio”: https://brunacaram.fanlink.to/Alivio

Serviço

Evento: Bruna Caram – Show de lançamento do álbum “Alívio”
Local: Clube Manouche/Casa Camolese (Rua Jardim Botânico, 983, Jardim Botânico, Tel: 3514-8200)
Data e horário: 31 de outubro, quinta, 21h
Ingressos: R$ 60,00 (inteira), R$ 40,00 (ingresso solidário: com 1 kg de alimento não perecível) e R$ 30,00 (meia) https://manouche.byinti.com
Classificação: 18 anos
Estacionamento no local (tarifado)

ACESSE TAMBÉM NOSSAS REDES SOCIAIS

TWITER: DesconexaoL

INSTAGRAM: DesconexaoLeitura

FACEBOOK: Desconexao Leitura

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes