[Crítica]: Democracia em Vertigem


Crítica: Democracia em Vertigem





Democracia em Vertigem: Um retrato cru e real de um país dividido e em declínio.

Lançado pela Netflix, “Democracia em Vertigem” é um documentário dirigido por Petra Costa e acompanha o passado político da cineasta de maneira pessoal e íntima no contexto do primeiro mandato do presidente Lula até o processo que culminou com o impeachment de Dilma Rousseff, analisando a ascensão e queda desses governantes e a consequente crise política no Brasil.

Primeiramente lançado no festival de Sundance no começo do ano, o documentário foi bem recebido e assim a Netflix comprou seus direitos de exibição e o lançou nesse mês.

O trabalho que Petra Costa faz nesse documentário é muito minucioso e inteligente, a sua direção é incrível, além de toda uma produção muito bem feita, o documentário te instiga e te prende. Ele é narrado pela própria Petra, ouvi muitas críticas em relação a narração dela, porém eu particularmente gostei, acho que a narração foi suave, muito bem colocada e nos momentos certos, um dos pontos altos do documentário.

Petra teve uma perspicácia muito grande para com esse material, pois ela abordou tudo de uma forma bem aberta e honesta, além de que ele mostra um lado de alguns assuntos que algumas pessoas não tem noção e é de extrema importância isso ser mostrado desta forma, pois talvez assim certas pessoas conseguem se conscientizar sobre a situação.

Petra traz uma análise bem fria e real da atual situação da política brasileira, ela nos mostra dês da época da ditadura até o momento atual, que podemos chamar de uma quase ditadura, já que o atual presidente é um militar que adora esse momento da história.

Ela é sagaz nas comparações que faz e naquilo que fala, principalmente nas conexões que ela faz com a sua própria história, algo decorrente durante o documentário.

Temos entrevistas, cenas que vimos na televisão ao vivo, como a votação do impeachment da presidente Dilma Roussef, a prisão de Lula e etc, e apesar de já ter visto aquilo, ainda é algo que te faz pensar muito.

O documentário é incrível e necessário, a fotografia é muito bem feita, a edição é impecável, e apesar de ter 2 horas ele não se torna cansativo e isso é bem importante para qualquer coisa que tenha objetivo de entreter e informar. Acredito que o nome do documentário não poderia ser mais apropriado para o momento que estamos vivendo, a democracia está em declínio, nosso país está nas mãos de um idiota, um capitãozinho de merda que tem a mentalidade de uma criança de 9 anos que é seguido por uma multidão de acéfalos que confiam cegamente nele, uma verdadeira chacota, e o que nos resta fazer é lutar e se agarrar na esperança de que isso acabará o mais rápido possível.

Escrito por Daniel Gomes

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes