Por Trás do Som: Daniela Mercury - O Canto de Todas as Cidades [Especial Mês do Orgulho LGBTTIA+]

Hey, Desconexão Leitura! Eu sou João Victor e devo dizer que o Por Trás do Som desse mês será especial para celebração do mês do orgulho LGBTTIA+, e para iniciar com muita alegria temos ela, a rainha do carnaval, a que rodopia mais que um pião, a dona do Axé e MPB: Daniela Mercury! Prepara a purpurina e boa leitura!



O nome dela é Daniela Mercuri de Almeida Verçosa, nascida em 28 de julho de 1965 em Salvador, iniciou sua carreira musical com 15 anos. Pois desde os quatro anos de idade já fazia Ballet clássico e Jazz. Um prodígio de outro mundo!

Em 1986 Daniela se tornou backing vocal da Banda Eva até 1988, no mesmo ano a cantora aspirou o cargo de vocal de apoio na banda de Gilberto Gil, no ano seguinte se tornou vocalista da banda Companhia Clic, do qual lançou dois CDs e algumas músicas de sucesso local. Em 1990, Mercury inicia sua carreia solo.


Em 1991 lança seu primeiro CD com seu nome "Daniela Mercury" que já fez muito sucesso e atingiu o topo das paradas de sucesso do país com a música: "Swing da Cor" . No ano seguinte, a compositora é contratada pela Sony Music e lança seu álbum: "O Canto da Cidade", que apresentou seu trabalho ao Brasil, com hits que fazem sucesso até hoje e estão na boca de todo brasileiro. 





Daniela é bailarina, cantora, compositora, produtora musical e diva maravilhosa que dispensa apresentações por ser um dos maiores nomes da música brasileira. O que essa mulher não faz, Brasil?


A cantora já ganhou mais de 40 prêmios, foi indicada três vezes ao Grammy Latino e levou o prêmio em  2007 por melhor álbum de música regional ou de raízes brasileiras.





Daniela sempre foi uma pessoa política, se posicionando contra e a favor de quem ela acha coerente dentro do Governo e lutando sempre contra a LGBT+fobia. No seu último single com Caetano Veloso: "Proibido o Carnaval" debocha de falas preconceituosas da Ministra da Família do Governo atual. Ou seja, um PinkMoney gasto com prazer.

Em 2013, Daniela assumiu sua relação com Malu, sua esposa há seis anos, em um post no Instagram dizendo:

“Malu agora é minha esposa, minha família, minha inspiração para cantar”.




Nessa fofura toda, as duas foram a capa do CD "Vinil Virtual", que é muito intimista, politizada e amorosa, o que é o que mais importa. Parabéns!


Ela não mentiu quando disse que sua esposa é sua inspiração para cantar, dia 12 desse mês elas lançarão uma música romântica, sim! É um dueto! Chamado "Duas Leoas", fazendo referência ao signo das companheiras que é Leão. A música será lançada com clipe para celebração  do dia dos namorados e mês do orgulho LGBTTIA+. Nem preciso dizer o motivo dessa rainha estar abrindo esta coluna desse mês tão especial.







Texto: João Victor Carneiro
Compositor, escritor e técnico de negócios
Instagram: @joaoo.victtor13


My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes