[Críticas] Rocketman





Rocketman: Cinebiografia de Elton Jhon é um dos melhores filmes lançados esse ano.

O filme conta a história da vida de Elton John (Taron Egerton), de seus anos como prodígio na Royal Academy of Music, através de sua parceria musical influente e duradoura com Bernie Taupin (Jamie Bell), bem como suas lutas com depressão, abuso de substâncias e aceitação de sua orientação sexual.

Os eventos do filme são contados em flashback com a Narrativa moldura de Elton em uma reunião alcoólicos anônimos. Os flashbacks também contêm números musicais das canções de John, como imaginado em sua cabeça durante os momentos cruciais de sua vida.

O filme é dirigido por Dexter Fletcher e escrito por Lee Hall e ambos fazem um trabalho impecável, a direção de Fletcher está no ponto e tudo tem um cuidado muito grande e o roteiro de Hall é magnífico, muito bem escrito e bem redondinho, não deixou pontas soltas e soube balancear bem a história. A produção do filme também é um destaque que merece certa aclamação, além de toda parte técnica do filme, é realmente um show dentro do cinema, fotografia linda, a trilha sonora te provoca um orgasmo sonoro, são vários sucessos de Elton John usados da mais perfeita forma para contar a história, além de que todas as músicas foram regravadas pelo Taron e isso foi um bônus pro filme.

Os destaques não param tudo foi muito bem feito e se tornou algo muito bom no filme, edição, montagem, os figurinos são idênticos aos originais usados pelo Elton John, é um trabalho tão incrível, tinha momentos que parecia que eu estava vendo realmente o Elton John, era surreal.

E acredito que o maior destaque disso tudo é o protagonista, Taron Egerton que está magnífico no papel, tenho certeza que não poderia existir escolha melhor que essa, pois ele encarnou completamente o Elton John. Ele entrega uma performance estupenda, ele cantou, dançou, tinha os trejeitos e o modo de sorrir de Elton John, além de ser muito lindo. Além dele, tiveram outros que entregaram uma boa atuação como Richard Madden e Bryce Dallas Howard, ambos eram personagens mais problemáticos, e tem momentos que você só quer pular na tela e esganar eles, pois aquilo é muito convincente.

Taron também orquestrou com maestria os números musicais, ele tem uma presença muito grande que apesar de ter 10 coisas acontecendo ao mesmo tempo você não consegue tirar os olhos dele, creio que Taron tem grandes chances no Oscar, afinal se até Rami Malek venceu, porque não Taron?

O filme é maravilhoso, não tem outro modo de ver isso, ele é cativante, te prende até o final, se você conhece as músicas você acaba cantando junto, é sem dúvidas um grande filme que merece toda aclamação possível, vale cada centavo do seu ingresso. O filme tem sido muito adorado pelo público e pela crítica, com destaques para a honestidade com que retrata os altos e baixos de Elton John e a atuação de Taron Egerton, o filme até então tem 91% de aprovação no Rotten Tomatoes, onde inclusive já garantiu o certificado Fresh.


Escrito por Daniel Gomes.

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes