Artistas LGBTQ+ Que Estão Dominando a Música

Hey, Desconexão Leitura! Eu sou João Victor e estou aqui hoje para falar sobre alguns artistas que devemos dar nosso pink money com gosto! Artistas que devemos nos orgulhar de ter em nosso país e que defendem a causa LGBTQ+ com êxito.

Liniker



Eu não queria adiantar para vocês quem seria a próxima matéria do Por Trás do Som mas aqui estou eu dizendo que é de uma das transexuais mais famosas do Brasil. Liniker começou a ser reconhecida após sua música "Zero", despretenciosamente vêm alcançando um público específico e se destacando enquanto trans negra no país que vivemos, além de seu corpo já ser um ato político por si só, a cantora não esquece nunca de quebrar paradigmas em seus trabalhos, como fez recentemente no clipe de "Intimidade" onde troca carícias e amassos com Linn da Quebrada, trazendo uma explosão à mente de pessoas ignorantes.


Pabllo Vittar




A drag mais famosa do mundo conseguiu quebrar barreiras através da sua música "K.O." que chegou aos ouvidos de muita gente, no YouTube especificamente 337 milhões de pessoas, após o sucesso estrondoso a faixa alcançou todos os lugares, o que levou Pabllo a fazer feats com artistas de peso; ser a primeira drag queen a se apresentar no Rock In Rio e a primeira também a ser indicada ao Grammy Latino pela música "Sua Cara".


Preta Gil





A fada bissexual sempre se mostrou parte da luta de nossa classe, com discursos e músicas que até hoje são politizadas, também repercussora de uma luta como todos aqui, ela foi uma das primeiras artistas a se assumir publicamente no país. Apesar de hoje suas falas serem um tanto contraditórias, creio que ainda é preciso desconstrução mas continua sendo um ícone LGBTQ+.


Glória Groove





Glória se tornou um dos maiores nomes da causa no país, percussora de toda essa luta que estamos citando aqui, ela sempre se mostrou uma bixa preta afeminada que canta hip-hop, um gênero majoritariamente machista e homofóbico, abrindo portas para todas as drag queens e afeminados que conhecemos hoje aparecerem na grande mídia. Certamente Glória Groove é uma artista cujo talento musical vem de berço e é uma das grandes revelações do cenário musical contemporâneo


Daniela Mercury




A diva do carnaval que é reconhecidíssima dentro e fora do país (quase a Madonna do Brasil) é dona de dezenas de prêmios, dentre eles o já citado Grammy Latino. Vêm se mostrando uma real defensora do Movimento LGBTQ+ com suas músicas protestantes e posicionamentos políticos. Daniela nunca teve medo de perder público, sempre pôs a justiça e seus ideais defendidos acima de tudo.



Bônus




Linn da Quebrada

Citada já nessa matéria na parte de Liniker, Linn está entre as artistas mais importantes da música LGBTQ+ no cenário brasileiro atual. Ela conquistou seus espaço com um estilo mordaz e sarcástico que só ela possui. Um dos pontos altos da sua carreira se dá justamente pelo choque de culturas, quebra de tabus e desconstrução de estereótipos que apresenta em suas músicas e clipes.



Candy Mel 

Mais conhecida durante o período em participava da formação da Banda Uó, Candy Mel é hoje uma cantora e apresentadora trans em carreira solo. Sua luta e representativa sempre estiveram presentes em sua carreira e música, o que faz dela um excelente membro do movimento para estar nessa lista e que precisa de muito mais atenção como artista.



Rico Dalasam

Quer saber de uma bixa, preta, afeminada e foda? Esse é Rico Dalasam. Um cantor que luta contra o preconceito "todo dia', e que mesmo escolhendo um estilo de berço machista e misógino conseguiu brilhar e mostrar para o que veio no mundo da música. Hoje ele é o nome mais conhecido do QueerRap e você deveria escutar suas músicas urgentemente, garanto que não vai se arrepender.


Johnny Hooker

Com um estilo extremamente único, extravagante e maravilhoso, Johnny Hooker é o último artista dessa lista. O cantor que já causou muita polêmica em seus anos de carreira, conquistou o coração de muitos brasileiros justamente pelo seu jeito exagerado e as mensagens que suas músicas passam. Assumidamente gay, o cantor já arrebatou vários prêmios importantes para sua coleção e se consagra hoje como um dos grandes representantes LGBTQ+ da nossa geração.










Preciso salientar de que toda forma de luta é importante contanto que não machuque um dos nossos e obtenha progresso. Ser LGBTQ+ não é só ser diferente, é ser mais forte, é suportar uma bandeira cheia de sangue todos os dias e ainda assim ter gosto para sorrir na vida, por isso é importante que pessoas como estas que não são aceitas socialmente, mas tem o benefício de mostrar a muitas pessoas uma luta que todos nós enfrentamos, e é preciso que ajudemos estes artistas para que eles nos ajudem, pois todos aqui citados precisam lutar pois fazem parte da bandeira, não só levantam ela, mas andam debaixo desta bandeira e suportam também o que suportamos diariamente. Para que um dia não precisamos mais de "representantes" da nossa classe e que cada um represente a sua luta dignamente.



Caio Luz
Bacharelando em produção cultural e Ator
Instagram: @caioluz4

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes