[Séries] Game of Thrones - Season 8 Episode 4




Game of Thrones: Dois extremos – Atuações impecáveis e roteiro podre. 
Depois de um episódio eletrizante como o episódio 3 era esperado que o episódio seria mais calmo e isso até que foi bom, mas o episódio não ficou o tempo todo parado, aconteceram bastante coisas inclusive. 


Minha opinião ficou bem dividida com esse episódio, por isso para que nada fique embolado vamos começar com as coisas boas do episódio. Em primeiro lugar, felizmente voltou a luz em Winterfell, brincadeiras a parte, é bom ver que voltaram a prestar mais atenção nesses detalhes, a fotografia como sempre muito bem, a trilha sonora impecável, direção de arte ótima, montagem, toda essa parte técnica de som e imagem foram trabalhados com muita atenção nesse episódio, só não prestaram atenção no copo do Starbucks da Emilia Clarke (Sério D&D?). 


Mas sem dúvidas o ponto alto desse episódio foram as atuações, com destaque para Emilia Clarke, Lena Headey, Sophie Turner e Peter DinklageEmilia sempre foi muito criticada por entregar uma atuação contida, apesar de eu achar que para Daenerys esse é o melhor jeito de se interpretar, porém durante essa temporada inteira ela tem entregada uma performance incrível, ela passa tudo o que a personagem está sentindo de uma forma sublime, além dela tivemos Lena, que como sempre arrebata qualquer um, a cena do discurso do Tyrion para Cersei, aquela cena, eles dois, os olhares, as expressões, nossa foi impecável, toda última cena do episódio foi repleta de atuação bem pensadas e entregues de uma forma inacreditável. 


Agora vamos falar sobre o grande problema desse episódio, o roteiro, nesse episódio podemos ver exatamente como destruir o desenvolvimento de uma personagem, Daenerys foi vendida, estuprada, perdeu pessoas que amava, estava sozinha, se reergueu, fez aliados, cresceu e quando está chegando perto de ter algo que é seu por direito, os roteiristas acham necessário transformar ela em uma louca que não é capaz de governar, e ela não é a única que sofreu com esse problema, tivemos que presenciar Sansa Stark dizendo que se não fosse pelos abusos psicológicos, físicos e sexuais que ela sofreu, ela não teria se tornado a mulher forte que ela é, vemos aqui roteiristas de uma série séria e premiada usando o estupro como ferramenta narrativa para tornar uma personagem mais forte, e isso não está certo de maneira alguma. Vemos os destaques das personagens femininas no episódio anterior para que agora destruam todo seu desenvolvimento, é triste e errado ver isso acontecendo. 


Além é óbvio dos inúmeros furos que tivemos durante o episódio, cenas que aconteceram e não conseguimos entender e algumas que até tem uma explicação “plausível”, mas que mesmo assim eram desnecessárias. 
Faltam apenas 2 episódios para o final da saga, mas podemos já declarar seu fim após esse episódio, eu já nem sei mais o que esperar, acho que o máximo que dá pra fazer é torcer por um final que não seja tão ruim, infelizmente esse é o rumo para onde a série está indo.  


Escrito por Daniel Gomes. 
Graduando em Produção Cultural

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes