[Crítica Musical] Track-by-Track: "Goela Abaixo" de Liniker e os Caramelows

Hey, desconetados! Eu sou João Victor e esse aqui é mais um Track-by-Track, e acredito que um dos melhores até hoje hein! Com ninguém menos que Liniker e os Caramelows com seu novo álbum, o "Goela Abaixo", boa leitura e boa viagem ao R&B brasileiro.






1- Brechoque




O álbum é aberto com um interlúdio de forma inesperada. "Brechoque" compara o amor com uma roupa de brechó que se pode bordar, pintar e fazer uso da forma que quiser. O som é uma Acapella de Liniker com fundos vocais serenos e angelicais. Esta é uma genuína forma de se iniciar um CD, de forma ousada e criativa a música nos instiga para descobrir o que há nas outras canções do álbum.

2- Lava




"Lava" é sem dúvidas uma das melhores faixas do CD. A banda traz uma sonoridade do norte, e umas batidas coincidentes com religiões de matriz africana, além de pitadas de reggae e um pouco do country dos EUA, junte isso tudo e faça uma música muito foda como esta, sem perder a criatividade e essência da banda. Traz como letra, o que, na minha opinião tem haver com religião, com diversas citações como a cachoeira e os laços. Eu amo essa música pois ela é extravagante e ao mesmo tempo simples, há uma grande mistura de ritmos mas continua sendo uma música leve e isto é uma coisa muito difícil de ser executada. Além de uma letra que grudou na minha mente até hoje, tendo em vista que foi o primeiro single deste álbum a ser lançado.

3- Beau




"When november comes around", Beau fala sobre paixão em forma de códigos sensuais e isto é uma característica de Liniker. O som é daqueles de ouvir num barzinho, traz as raízes da black music e lembra o Tango que deixa tudo mais animado e sexy. Adoro o tom de voz de Liniker nesta canção, a letra brinca com outros idiomas o que torna ainda mais poético e diferente. Os Caramelows como sempre se empenharam nesta música que, conhecendo a banda, é uma das mais animadas deles.

4- De Ontem




A música é uma história de amor retratada de forma simples com o porteiro do prédio reconhecendo que a pessoa não é mais visita, a intérprete também foca muito nos detalhes físicos e internos da pessoa nesta faixa. Sonoramente, a flauta é muito presente nesta canção, além da guitarra e high notes de Liniker que sempre são encontrados nas obras. A música, acredito que se enquadra muito com o álbum e me lembra um pouco do "Remonta" - CD antecessor deste. A letra como sempre é uma poesia aflorada e a cara da banda. Amo a parte final que é um solo instrumental presente frequentemente nas canções deles e é uma surpresa pois sempre se reinventam neste aspecto.

5- Boca




Óbvio que no CD intitulado "Goela Abaixo" não faltaria citação à "Boca", é passado como a boca pode beijar, recitar e dizer coisas que te fazem tremer no interior. O som me lembra muito "Caeu" - música do álbum anterior - porém com artifícios deste CD com saxofone muito presente e os instrumentos que parecem introduzir a chegada deste. Me encanta muito a linha melódica desta canção que é interpretada com êxito pela cantora. A forma como as notas da música são coreografadas em sua mente ao fechar os olhos e apenas ouvir é um imenso regozijo, trazer uma entoação  para o nome do álbum é algo muito lindo e artístico como esta música se mostra.

6- Bem Bom




"Bem Bom" é uma faixa que marca a fluída paixão, da saudade de um corpo encontrar-se com outro e a descrição da ansiedade de tornar-se próximo ao outro. Com coprodução e feat de Mahmund, a sonoridade é suave e delicada, te faz sentir a letra como sua e os instrumentos de sopro são muito presentes aqui. Sem dúvidas uma das melhores músicas deste álbum, pra mim o segundo lugar, é muito linda e artística esta canção que dá vontade de ouvir e lembra a pessoa que se ama, com certeza Liniker, os Caramelows e Mahmundi foram bastante perfeccionistas nesta canção, parabéns.

7- Calmô




Esta que é o segundo single do CD, descreve uma pessoa amada nos mínimos detalhes sentimentais, como ambos se afetam. No começo é notório sons que lembram o "Remonta" e no decorrer da canção podemos observar artefatos deste álbum. Acredito que "Calmô" seja uma continuação da faixa anterior uma vez que ambos se encontram e matam a saudade. Com um clipe lindo e artístico, Calmô traz as características internas da pessoa, o que muda todo o contexto romântico e não deixa de ser uma característica de Liniker uma vez trabalhada de forma diversa.

8- Textão




Fazendo jus ao nome, "Textão" é um interlúdio como "Brechoque" sem algum instrumental, é a voz crua de Liniker com um gravador de voz diferente, sem amplificadores e corretores de tons musicais. "Não se trepa em quinze minutos" é a frase que sonda esta faixa, condizente com o poema abordando com jogo de palavras e diversidade figurativa o sexo, de maneira despretensiosa e sincera ao mesmo tempo, a intérprete traz a importância do sexo não ser algo de curto tempo, e que mesmo numa relação sexual casual toda a introdução e conclusão do ato já se torna o próprio. Isto é muito interessante, pois nos faz pensar no que Liniker está focando, é sem dúvidas uma exímia obra de maturidade em comparação com o "Remonta", álbum anterior. Também me encanta o quanto se pode dissertar sobre uma faixa sem muito, apenas um poema de 1 minuto e 11 segundos, é gatilho e informação, é arte.

9- Claridades




Chegamos na minha faixa preferida! "Claridades" disserta sobre um fim de relacionamento, e como o amor é feito de falhas e correções destas. O som do piano caracteriza e contextualiza o que é a realidade da música: a mais dramática do álbum. O som me deixa inexplicavelmente emocionado, a voz de Liniker me transporta à letra da música, me imaginando naquela situação o que deixa tudo mais dramático e emocionante. Além disto, a entonação da canção em conjunto com o instrumental é algo ilustre e excelente do qual Liniker e os Caramelows estão de parabéns e é o motivo de ser a minha preferida.

10- Amarela Paixão




"Amarela Paixão" fala sobre a paixão de duas pessoas, com uma descrição parecida com  livro de contos de fadas infantil. A sonoridade é calma e dá até sono, me lembra  "Sítio do Pica-pau Amarelo" por conta das flautas, depois disto a música cresce momentaneamente e temos aquele solo instrumental mencionado acima. Eu gosto muito desta canção, me parece que há uma Liniker calma, que remete a "Sem nome mas com endereço" - canção do álbum anterior - do qual me encanta e me identifico no humor muitas vezes.

11- Intimidade




Esta canção fala sobre uma visita de madrugada, provavelmente de cunho sexual e da vontade de não deixar esta pessoa ir embora, e assim, curtir a intimidade individual de ambos. Com uma sonoridade que me remete as músicas de Roberto Carlos, notas suaves e simples, acompanhando a voz de Liniker que é branda desde a canção anterior e ao mesmo tempo intensa e emocionante. Eu amo a composição desta música, a letra é feita para uma pessoa que identifica tantas outras, além de o piano ser um dos únicos instrumentos presentes na canção o que deixa tudo mais chique e estético pra faixa referida.

12- Gota




Acompanhando a canção anterior, "Gota" é sobre uma chuva que cai na hora que a visita precisa ir embora e que a pessoa pode ficar até a tempestade passar e os dois passarem mais tempo trilhando seus caminhos juntos. O instrumental dos Caramelows traz amplificadores de voz, baixo, piano, instrumentos de sopro e a  aparição de vozes ao fundo trazendo mais emoção. Acredito que seja uma das melhores músicas deste álbum por ser muito dramática e diferente sonoramente.

13- Goela




Enfim, a última música do álbum fala sobre as mulheres necessitarem de carinho, paz e amor. Além da banda, foram convidadas diversas mulheres, inclusive Mel e Linn Da Quebrada para fazer o coro da música, esta que também fez a introdução falada da faixa que ficou sensacional. Liniker e os Caramelows não poderiam escolher melhor música para fechar este lindo álbum, "Goela" se tratando de mulheres trans me remete a diversos assuntos que acredito, também terem sido pensados por Liniker, quando é retratado a Goela, é retratado várias delas, com suas vozes, histórias e representatividade. Além disto, creio ser a música mais artística deste álbum uma vez que a sonoridade, letra e interpretação conversam sonoramente de forma perfeita e é entendível para todos o que se expressa a canção.





Goela Abaixo é um álbum formado por dois artifícios: arte e talento, se mostra o talento da banda que apresenta sua arte imposta de forma característica e conceitual.

As letras das canções são a marca registrada desde sempre na carreira da banda, sem defeitos e um poema cru, recitado cantante - complexo de ser executado porém com artistas talentosos se torna uma envolvente marca de trabalho, que retratam o amor de formas antes inexploradas.

A sonoridade sempre conversativa com as letras e interpretação se torna impecável neste álbum, apesar de haver algumas canções parecidas com outras propositalmente, e explicarei melhor abaixo.

A estética do CD está perfeita, gosto da forma que a banda criou uma capa para cada faixa - não é inédito, mas é interessante e conceitual, uma vez que as capas dizem muito sobre cada faixa, com recortes do céu, tecidos, retalhos, borboletas e flores o que me remete claramente  a este álbum. Além disto, acredito que Liniker e os Caramelows contaram uma história neste CD:

De "Brechoque" até "Calmô" com exceção de "Lava", retratam o começo do amor, o amadurecimento e desenvolvimento deste e possível relacionamento. "Textão" pode ser considerado como um desabafo desconsiderado pelo parceiro que ocasiona em "Claridades" onde a falha e término acontecem e é preciso conversar para resolver. "Amarela Paixão" consideraria como a "serenata de amor" para a volta do parceiro pós término. Em "Intimidade" e "Gota" traz a possível ideia de sexo após o término que pode ocasionar na volta e acredito que após isto é imposta e concretizada um novo modelo de relação  pois houve conversa para trilhar novos caminhos. Já em "Goela", acredito que a pessoa consiga se amar e ver que necessita de carinho, amor e atenção para a fluidez do novo amor descoberto.





Texto: João Victor Carneiro 
Compositor, escritor,digital influencer e técnico de negócios 
Instagram: @joaoo.victtor13 
  
   
  
  
ACESSE TAMBÉM NOSSAS REDES SOCIAIS 
  
  
  


My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes