[Critica Musical] Track-By-Track "Aperte o Play" de Simone e Simaria

Hey, Desconexão Leitura! Eu sou João Victor e hoje vim trazer uma crítica faixa por faixa do novo álbum com o nome: "Aperte o Play" das sertanejas Simone e Simaria! Boa leitura e CHORA NÃO, COLEGUINHA. 


  
1- Aperte o Play 
  
As coleguinhas já começam num estilo bem Simone e Simaria! Com um sertanejo animado e uma letra no sentido a apertar o play para recomeçar uma relação gostosa de amor. Eu amei esta música do início ao fim, a letra é contagiante e "chiclete", me remete a um significado de apertar o play no CD, o que achei muito inteligente. Também é um divino sertanejo universitário diferente, com baixo e guitarra, e dá uma certa ideia do que nos espera no resto do álbum. Notei que houve uma desafinação de Simone na ponte para o refrão, porém foi tudo gravado ao vivo, porém, coisas assim acontecem. 
  
2- Auto Estima 
  
Esta música tem letra empoderadora que disserta sobre um homem que grita com sua companheira para tentar quebrar sua autoestima e como é importante que este tipo ações não aconteça. A música é um solo de Simaria e um sertanejo lento, daqueles de cantar bêbado as 5 da manhã. Senti falta de Simone nesta música, mas compreendo que a música pode não ter se adequado a voz da cantora ou talvez, seja apenas uma jogada de visibilidade à Simaria após todo o ocorrido e ausência dos palcos. 
  
3- Te Conheço Só de Olhar na Sua Cara 
  
Esta canção é boa e fala sobre sexo de uma forma muito poética, como perceber o prazer na face do parceiro e a vontade de congelar o mundo para reviver o momento glorioso entre os dois. A sonoridade me remete àqueles sertanejos de balançar a mãozinha e cantar junto. E, de fato, Simone e Simaria mantém uma exímia afinação nesta música, o que me surpreendeu por não ser uma canção fácil de controlar as notas.   
  
4- A Rosa e a Espada 
  
Esta é uma das melhores músicas deste álbum na minha opinião, fala sobre aquela pessoa indecisa que um dia te trata como tudo e no outro, como nada. A sonoridade inicial me lembrou "Você Me Vira a Cabeça" da Alcione, com sons de guitarra e percussão. Gostei da ordem desta música tendo em vista a potente voz de Simone que marca os refrãos, e a de Simaria que introduz a da irmã. A composição é muito bem escrita e se adequa perfeitamente ao som e tom de voz das artistas. Além disso, na apresentação ao vivo, foi disponibilizado à plateia rosas e bastões de luz para representar o título da música que deu um resultado visual ótimo e diferente.  
  
5- Eu Vou te Amar 
  
Que música linda! "Eu vou te amar" disserta sobre um amor que independente das dificuldades permanece e é infinito, achei o som lúdico e acompanha bem a vibe da música, posso estar louco, mas ouvi uma flauta nas profundidades da música que achei adequado.  
  
6- Qualidade de Vida 
  
"Qualidade de Vida" é o verdadeiro "coringa" deste álbum, a música é feat com Ludmilla, com riscos mínimos de ficar ruim. Fala sobre como ser solteiro é proveitoso e ignorar o ex pois é passado, bem Dua Lipa mesmo. É um Funknejo muito bem feito que transfere muito bem o tempo dos dois ritmos. Posso comparar a música com "Loka", canção das coleguinhas com Anitta, pois é a junção de dois ritmos diferentes que ficou bem desenvolvido e a batida é excelente. A letra é chiclete, e não é à toa que o vídeo da apresentação ao vivo já beira 60 milhões de visualizações, um verdadeiro hit e exímia proposta de ampliação no mercado. 
  
7- Abusas 
  
Elas estão muito funkeiras, elas! "Abusas" é um funk com ninguém menos que Joey Montana, essa música disserta sobre um casal que se abusa e finge que não liga, mas morre de ciúmes e paixão. A batida como já dito é um funk 130 bpm que se encaixa perfeitamente na voz dos cantores e o espanhol de Simaria está impecável. Muito inteligente da parte delas unir duas coisas que andam fazendo muito sucesso que são o funk e música em espanhol, trazendo um ótimo resultado de tentativa de ampliação de público. 
  
8- O Gelo do Meu Coração  
  
Outra canção solo de Simaria, que identifica com sua letra milhares de pessoas por aí cansadas de chorar e formam do coração um gelo difícil de ser quebrado, com uma batida "good vibe" e entonação apaixonada na voz da intérprete. Acredito que esta é uma música repetitiva e que talvez não precisasse fazer parte deste álbum além de a batida e letra serem monótonas. 
  
9- Som da Caixinha (JBL) 
  
Quem nunca ligou a caixinha de som e começou a beber pra esquecer o ex? Pois esta música fala exatamente sobre isso, o primeiro solo de Simone no álbum que contém uma sonoridade muito boa pra ouvir na caixinha sozinho e chorar. A voz de Simone é muito potente e ela conduz a música de uma forma muito adequada, gostei bastante da letra e como a música nos dá vontade de "arrochar" com a mãozinha na testa. 
  
10- Não Tem Essa Que Não Chora 
  
Mais um solo de Simone, "Não Tem Essa Que Não Chora" fala de se afogar no bar por um amor não correspondido, a batida me lembrou um pouco "Regime Fechado" de uma forma lenta. Amei a linha melódica da música que condiz muito com a letra. A música é dançante e ao mesmo tempo triste, há muitas músicas assim neste álbum e é uma identidade não só sertaneja, mas também, de Simone e Simaria. 
  
11- Liga Liga 
  
Admita que assim como eu você achou pelo título que esta era uma música de um comercial de operadora do qual Simone e Simaria fizeram parte. Brincadeiras à parte, a música conta com a participação de Léo Santana - as coleguinhas tão podendo nos feats, e conta com uma letra que diz sobre quando se bebe e fica com vontade de ligar para o ex falando que ama. A batida é uma mistura de Axé, Sertanejo e até pitadas de Funk. Na minha opinião é uma das melhores músicas do DVD, animada que dá para dançar horrores. Estava com saudade das coleguinhas cantando juntas e isto finalmente acontece nesta canção, com suas vozes lindas e carisma sem defeitos. 
  
12- Um em Um Milhão  
  
Finalmente chegamos na minha música preferida do CD e eu sei que vocês estavam se mordendo de ansiedade para saber qual é. "Um em Um Milhão" fala sobre um amor precipitado e uma ligação telefônica informando o término. A batida está perfeita, é branda e poética com violino e bateria aflorados, vale lembrar que foi a primeira música lançada na volta de Simaria do tratamento e, consequentemente, o primeiro single do álbum. Amo esta música por procurar defeitos e não encontrar, não deixa de ser sertanejo em nenhum momento e se amplia e conversa com outras sonoridades musicais distintas. Gostaria de parabenizar o compositor desta música pelo exímio trabalho nesta linda letra e a Simone e Simaria por terem uma interpretação como nenhuma de fazer qualquer um se emocionar com esta canção, inclusive eu. 
  
13- Consciência Suja 
  
Na penúltima música do álbum, as coleguinhas decidiram lançar esta música de arrastar o chifre na parede. Luan Santana é o último feat deste CD nesta linda canção que é sobre quando a pessoa quer limpar todas as provas da traição, mas há uma coisa impossível de limpar, a consciência. A sonoridade me lembrou Alcione e um pouco de Tango, elas vêm trazendo esta vibe latina frequentemente neste álbum. Confesso que meu chifre doeu ao prestar atenção na letra de tão forte, a voz de Simone está potente, a ponto de compara-la com Lauriete, cantora gospel e gostei muito disto. Luan também traz uma diversidade em sua voz da qual ainda não havia ouvido. 
  
14- Ele Não Pensa em Você  
  
Chegamos na última música deste excelente DVD, Simone e Simaria aqui falam sobre um cara que fez várias mulheres sofrerem e a importância de não se apaixonar por um homem que não irá mudar e que nem pensa em você. A sonoridade desta música está muito linda, fazendo jus ao final do CD, Simone entoa a música de forma branda e o instrumental nem me lembra muito sertanejo, parece aquelas músicas de virada do ano que te dão um frio na barriga de ansiedade sabe?  
Eu particularmente amei a música, a guitarra que é muito presente neste álbum trazendo uma vibe mais "Country" ainda, porém acredito que as coleguinhas poderiam terminar juntas este lindo álbum, uma vez que ouço a voz de Simaria somente na onomatopeia da música. 
  
  

"Aperte o Play" é um CD repleto de estilo, categoria e profissionalismo. Acredito que as cantoras em conjunto com sua equipe e produção técnica do álbum estudaram muito as possibilidades e se empenharam ao máximo para que tudo saísse da melhor forma possível. 
As letras das músicas fogem do contexto sertanejo e se reinventam todo o tempo, é claro, sem perder a identidade lírica do gênero musical; muitas letras me fizeram rir de alegria e chorar de melancolia internamente, acredito que as coleguinhas tenham acertado em cheio a atrelação das músicas e ritmos, além de não terem perdido sua identidade artística. 


A parte instrumental como dito, está muito boa e mesmo que se consiga identificar uma canção das compositoras, traz algo novo e ousado como o funk, fugindo da mesmice. 


Portanto, acredito que em alguns momentos ficou perdido e confuso o fato de uma das duas cantarem sozinhas várias músicas do CD, acredito que foi uma proposta de inovação e nova era, porém considerei exacerbado até porque são uma dupla e seus maiores sucessos até aqui foram feitos das duas. Achei inteligente fazer feat com pessoas de diferentes áreas e conseguir conversar tão bem e adequadamente entre ambas, sem perder o público e multiplicando sempre. Estou certo de que Simone e Simaria se reinventaram e deram seu melhor com sucesso mais uma vez. 




Texto: João Victor Carneiro
Compositor, escritor,digital influencer e técnico de negócios
Instagram: @joaoo.victtor13







Anônimo disse...

Amei, adorei o álbum também.

My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes