[CRÍTICA] Happy Hour - Verdades e Consequências




Happy Hour - Verdades e Consequências é um filme brasileiro com coprodução argentina, que traz consigo uma tragicomédia cheia de amor, paixão e muito tango, rs. Então, vamos falar sobre o filme? Estrelado por Letícia Sabatella e Pablo Echarri, consequentemente dando vida aos personagens Vera e Horácio, o casal vive um romance cheio de dilemas desde que Horácio deixa a Argentina e se erradica no Brasil para ser professor universitário. Tudo ia bem até que uma aluna começa a provocá-lo, propondo-lhe um relacionamento extraconjugal, ao mesmo tempo que sua esposa tenta se candidatar como prefeita no Rio; mesmo que tenha que manter as “aparências” para seus eleitores de um casamento perfeito.

A história me remete muito às novelas brasileiras de Nelson Rodrigues, onde ele evidencia as características mais íngremes da sociedade, cheia de drama e suspense, porém, neste caso, de uma maneira bem divertida e cômica. Mesmo que em certos momentos o filme rompa com a realidade naturalista e se encante no exagero. Mas isto não o desqualifica como um filme capaz de prender seu telespectador de início ao fim, tendo uma boa construção na hora de fazer pequenas críticas sociais presentes em ambos os países e os conflitos culturais.

A trama possui pontos fortes e negativos, mas, ao meu ver, é um filme indicado para todos que queiram fugir de uma rotina hollywoddiana e apreciar um trabalho de certa qualidade feita por Brasil e Argentina. A interlocução entre ambas as culturas evidencia suas diferenças sociais e nos mostra como não é simples a alternância entre costumes e idiomas.

O desfecho dessa é incerto, pois o final do filme deixa a livre interpretação quando o casal, acompanhado de seu filho, adentra a igreja, para o casamento da irmã, de mãos dadas. Em seguida, o filme se encerra com várias cenas mostrando as vítimas do Bandido Aranha se desvencilhando das amarras, a começar pela Vera e segue mostrando outros personagens e quem são eles na trama.


Happy Hour – Verdades e Consequências está presente na maioria dos cinemas brasileiros e, independente dos pontos abordados neste texto é uma obra que irá te prender do início ao fim, desencadeando boas risadas durante o longa, além de poder desfrutar de conteúdos que abrangem uma nova linguagem cinematográfica, ao invés dos conteúdos puramente americanizados.




Gênero: Comédia 
Classificação: 14 anos
Duração: 115 min
Dirigido: Eduardo Albergaria
Elenco: Letícia Sabatella, Pablo Echarri, Luciano Cárceres, Aline Jones, Pablo Morais
Distribuidor: Imovision


Escrito por:
Triz Miranda e Marcelo Jr. 




ACESSE TAMBÉM NOSSAS REDES SOCIAIS




My Instagram

Copyright © Desconexão Leitura. Designed by OddThemes