29/05/2018

Crítica: Eu só posso imaginar



EU SÓ POSSO IMAGINAR, filme, baseado na história real da música, “I Can Only Imagine”. 
Em uma conturbada relação entre pai e filho, o pai, o ator Dennis Quaid, o ator  J.Michael Finley, como  Bart, o filho, um jovem compositor apaixonado por música.  A vida do pequeno Bart foi marcada por agressões, insultos que levaram na fase adulta a deixar a casa de seu pai e seguir sua paixão pela música. Mas o passado, ainda é uma sombra em sua vida. 



A fé, o amor e o perdão marcam a volta de Bart para casa presenciando a transformação do seu pai, de um o homem amargurado e opressor por aquele pai amável e gentil que tanto Bart sonhava encontrar na figura paterna. Os momentos seguidos das tristes lembranças das brigas do Jovem Bart com o pai, da demonstração de amor entre pai e filho com o perdão, marcam a composição da música que fala do amor transformador de Deus, fala da esperança, como “eu só posso imaginar” na magnitude na presença e glória que o coração sentirá diante do Pai Celestial. 



Um filme surpreendente que fala de relacionamento familiar, do amor e perdão, abrangendo aspectos reais da vida dura de um pai que impondo a força para educar o filho estava fazendo do seu filho, um homem, sem ouvir seu coração ou  dar ouvidos aos sentimentos do filho, seus sonhos e suas paixões.  Apesar de em alguns momentos a  religião aparecer no filme, ela não é abordada como aspecto central. A música e a fé transformadora do amor presente são os eixos centrais do filme, marcando uma história real e presente. Emocionante e, cativante todos os sentimentos explorados da música para o cinema, uma história que vale conhecer, uma adorável canção  “I Can Only Imagine”.  

“Eu Só Posso Imaginar " - 2013 - Drama/Família - 1h 51m
Autor: Jon Erwin
Direção  e  Roteiro: Andrew Erwin, Jon Erwin
Com:  Dennis Quaid, J. Michael Finley, Cloris Leachman,Madeline Carroll, Priscilla Shirer
Data de lançamento: 31 de maio de 2018 (Brasil)
Música composta por: Brent McCorkle
               trailer oficial 2 legendado

Marisa Relva






Postar um comentário

Mais visitadas

Obrigada pela visita volte sempre!

Outras Postagens