20/10/2017

Resenha: Psicopatas do Cotidiano - Katia Mecler


   Você já parou para observar as pessoas ao seu redor? Com certeza sim, e deve ter percebido que alguns conhecidos a apresentar características um tanto fora do comum... Seja aquele cara "boa pinta" que sempre está envolvido em coisas escusas e faz parecer tudo que faz algo "legal" e interessante, ou aquela pessoa que adora curtição e vive a vida no limite, não se importando se machuca a si ou próximo só para ter um gosto a mais de "vida". Quem sabe também aquele seu amigo reservado que parece detestar pessoas e se importa mais em ficar no seu próprio canto, independentemente da situação e do que possam pensar dele; ou quem aquela pessoa que parece "viver no mundo da lua" ou ter vindo de outro mundo... Essas pessoas podem ter o que chamam de transtorno de personalidade, um desvio do que chamam de "padrão" em nossa sociedade, e é isso que é o tema do "psicopatas do cotidiano: como conhecer, como conviver, como se proteger" de Katia Mecler.



   Por ele somos levados a conhecer dez dos tipos mais comuns de transtornos de personalidade, e aprendemos a entender, de maneira geral, o que é este desvio, e como lidar com as pessoas que apresentam e a identificar, de forma lúdica, por meio de situações fictícias, personalidades amplamente conhecidas pelo público em geral, e até mesmo por letras de músicas. Por estes recursos, a autora faz um assunto complexo (na minha humilde opinião) se torna de fácil entendimento e tornando a leitura prazerosa, muito diferente do que se possa esperar em uma leitura didática.

   "Psicopatas do cotidiano: como conhecer, como conviver, como se proteger", me ajudou muito a entender alguns aspectos de pessoas que conheci em minha vida, além de entender melhor fatos que ocorrem em nossa sociedade atual sem explicação como um político que se mostra como um salvador, se apresenta como um "possível" traficante, dono de cartel, envolvido em vários esquemas de corrupção, ou mesmo experiências próprias...

   Em determinados momentos de minha vida encontrei pessoas com os desvios citados na obra como o esquizotípico, o esquizóide e o histriônico, e poderia ter lidado melhor com estas pessoas se tivesse percebido antes suas peculiaridades. Por isso recomendo a todos a ler este livro maravilhoso sobre psicologia.
Postar um comentário

Mais visitadas

Obrigada pela visita volte sempre!

Outras Postagens