05/10/2016

Resenha: Veneno de Rato - Arislane Straioto


Título: Veneno de Rato
Autor: Arislane Straioto
Editora: : KDP - Amazon
Gênero: Não - Ficção
Páginas: 153 páginas
Sinopse: O que acontece quando um garçom problemático e suicida encontra uma estudante aspirante a astronauta?
T U D O .
Nina é uma dedicada estudante de Engenharia e aspirante a astronauta. Vinda de uma família conservadora, que tinha outros planos para ela, luta cotidianamente com as expectativas dos outros quanto aos rumos de sua vida, enquanto tenta não perder a motivação com relação aos próprios sonhos. Sem realmente conseguir se entrosar com os colegas de curso e com as companheiras de república, divide as vinte e quatro horas do seu dia entre aulas, estudos, monitorias pelas quais recebe algum dinheiro e suas corridas matinais. Ao invés de dormir, trabalha em seu projeto de mestrado, que pretende cursar na Rússia. Entretanto, quando a pressão é demais, faz o mesmo que quase todo mundo: enfia o pé na jaca. E, nisso, Gabriel é mestre.
Ao final das aulas de seu penúltimo ano de faculdade, a história de Nina se cruza com a de Gabriel, um garçom introspectivo, suicida e meio punk, que é atormentado por visões de um fantasma que tenta matá-lo. Tendo saído de um lar destruído para morar sozinho na cidade grande, aos dezesseis anos, nunca teve expectativas quanto ao futuro. Quando começa a se envolver com Nina, finalmente decide sair do casulo em que se escondia há tempos.


   
   O livro começa com um acontecimento chocante, mas depois se desenvolve tranquilamente com o dia-a-dia de Nina como universitária, monitora e com as suas raras pausas para ir na cafeteria ver seu atendente preferido.Gabriel, o atendente preferido de Nina, um jovem que saiu de casa para fugir de um lar desestruturado para buscar uma vida melhor, mora sozinho, tem poucos amigos e vive um dia de cada vez. 
   Com passar dos dias o interesse mútuo se desenvolve entre Nina e Gabriel, e seus mundos começam a colidirem, causando mudanças no cotidiano de cada um.Nina a certinha ,começa conhecer baladas e ter uma alimentação saudável, Gabriel por outro lado, quer agarra essa parte boa da sua vida e parar de ouvir seus fantasmas e inseguranças.E só quer estar com Nina a menina que pega todos as suas camisas limpas e deixa sua vida mais colorida.Mesmo ele não merecendo...

   De maneira geral foi um livro que me lembrou Os 13 Porquês, não sei o porque desta lembrança. Talvez seja porque ambos tem títulos bem diferentes e que despertam curiosidade. Ou talvez o fato de ambos terem o personagem suicida no livro.
   Outro ponto forte deste livro é a dupla narrativa, o que acaba proporcionando ao leitor a possibilidade de estar na mente dos dois personagens.
   Independente do espírito suicida, de certa forma você acaba se sentindo conectando(a) com algum ponto de cada personagem.São relações e personalidades facilmente encontradas em qualquer círculo social. Eu já tive um amigo como o Gabriel, uma amiga como a Nina, é às vezes sou como ela.
   E quem não quer um amigo como o Henrique?! Que vira a noite papeando com você e tomando algumas cervejas.
   A descrição de cada ambiente relatado pela autora me fez várias vezes pensar que ela já esteve naquele lugar.
   
   O final eu achei tão fofo que eu gostaria que tivesse continuação, com uma historia paralela, na qual tivesse algumas aparições de Gabriel e Nina. Além de ter me surpreendido, pois esperava algo diferente no final após narrativa de Gabriel, sobre seu ponto de vista da cena inicial.

Postar um comentário

Mais visitadas

Obrigada pela visita volte sempre!

Outras Postagens