08/06/2016

Resenha Vida e Morte - Stephenie Meyer



Titulo Original: Life and Death - Twilight Reimagined
Titulo Traduzido: Vida e Morte - Crepúsculo reimaginado
Autora: Stephenie Meyer
Traduzido por: Regiane Winarski e Ryta Vinagre
Editora: Intrínseca
Gênero: Ficção
Sinopse: O clássico de Stephenie Meyer revisitado 10 anos depois.
Novamente, os leitores vão se apaixonar pela arrebatadora história de amor de Bella e Edward... ou, quem sabe, será uma primeira vez. A edição especial de aniversário inclui um conteúdo extra e exclusivo: Vida e morte, nova versão em que autora inverte o gênero dos principais personagens.
Em Vida e morte os leitores vão se maravilhar com a experiência de ler a icônica saga de amor agora pelos olhos de um adolescente que se apaixona por uma sedutora vampira. Numa publicação ao estilo “vira-vira”, a edição comemorativa traz mais de 400 páginas de conteúdo extra, além da nova capa, com Crepúsculo de um lado e Vida e morte de outro. Os milhares de fãs de Bella e Edward não vão querer perder a oportunidade de ver seus tão queridos personagens em novos papéis.
“Fico maravilhada que já se tenham passado 10 anos da primeira edição de Crepúsculo”, cometa a autora Stephenie Meyer. “Para mim, esse aniversário é uma comemoração dos fãs, que sempre foram inacreditavelmente dedicados e apaixonados.”


   Acredito que essa seja uma das resenhas mais polêmicas que já tenha escrito, amei Crepúsculo mais tive algumas ressalva sobre a versão comemorativa de 10 anos.Decidi dividir está resenha em duas partes, na primeira parte minha análise do livro individual como se fosse um livro sem ser repaginado, a segunda parte será comparativa entre os dois livros.Neste caso Crepúsculo e Vida e morte.
   
   Resumindo a história: Beau acaba de se mudar para casa de seu pai em uma cidade pequena, onde as únicas pessoas que conhece são seu pai e uma amiga de seu pai que a filha brincava com ele quando eram crianças.O garoto tímido e calado só não esperava que viveria a emoção do primeiro amor e algumas complicações nada convencionais já que sua amada é diferente de todas outras garotas que alguma vez conheceu.Edith é uma vampira e também está atraída por ele.
   Foi uma leitura desafiante, já que faz uns 4 anos que leio romance adulto e a autora Stephenie Meyer escreve romances infanto-juvenil, no estilo Malhação, decidi a voltar nesse gênero.
   São narrativas bem diferentes principalmente no quesito paquera e atração.Mas adoro desafios e estava precisando de um romance doce e apaixonado. E com certeza encontrei neste livro.
   A leitura me envolveu em um estado ansioso, porque sempre esperava que o protagonista Beau tivesse alguma iniciativa habitual de um romance new adult ou adult, é o anjinho fazia o que um menino ingênuo faria,muito fofo, no meu ponto de vista.
   Estava com a expectativa altíssima pela narrativa se contada pelo ponto de vista masculino, pois achei interessante a forma que a autora começou a narrativa do Edward em Midnight Sun.
   Sinceramente não foi como esperava, pois ao terminar de ler o livro cheguei a seguinte conclusão que realmente só foi mudado o sexo dos personagens e o final foi alterado. Como a autora explica de antemão no inicio do livro.O final me surpreendeu pela coincidência, porque foi como eu imaginava que seria se a história tivesse esse rumo.No geral acredito que os fãs da autora esperavam mais, assim como eu mesma que sou fã da dela.Mas é um ótimo livro para quem gosta do gênero e não tem problemas com romances melosos e idealizados.


                            
                            Vida e morte  versus  Crepúsculo

   Autora tentou prova que a narrativa da Bella poderia ser de um personagem masculino,foi infeliz nessa tentativa.Ela poderia ter feito a reescrita mas com Beau mais verdadeiro a  um adolescente de 16 anos.Só consegui ver uma menina o tempo todo.Na minha humilde opinião.
   Beau poderia ser mais expressivo, já que Bella é temperamental.
Edith cumpriu seu papel, foi encantadora e nem senti saudade  do Edward.
Beau  versus Edward Cullen:Senti falta daquele amor que senti pelo Edward em comparação do Beau, gostaria de poder me apaixonar por ele.
   Sobre os vilões:Não senti qualquer problema dos sexos modificados.Foi bem óbvio reconhecer até diria que fez mais sentido para mim James ser Joss em Vida e morte.
   Crepúsculo com certeza ganha de Vida e Morte em disparada na comparativa.
Só tive uma dúvida que fiquei sem resposta, se nunca tivesse lido Crepúsculo eu amaria Vida e Morte?
   Gostaria de ter visto a Stephenie Meyer, fazer cada capítulo o ponto de vista de Beau e outros de Edith assim como visto em alguns livros como Entre o agora ou nunca ou em Proibido.
   Se você for fã da autora como eu, por favor leia deixe sua opinião ou se for sua primeira vez gostaria de saber sua primeiras impressões  sobre a Vida e Morte.
   Ler Vida e morte é aquela experiência que você só saberá se é boa ou ruim se experimentar sem julgamentos.
Postar um comentário

Mais visitadas

Obrigada pela visita volte sempre!

Outras Postagens