05/09/2018

[Notícias]NOVO FILME DE LARS VON TRIER, ‘A CASA QUE JACK CONSTRUIU’ GANHA DATA DE ESTREIA: DIA 1 DE NOVEMBRO

by on 10:00
NOVO FILME DE LARS VON TRIER, ‘A CASA QUE JACK CONSTRUIU’ GANHA DATA DE ESTREIA: DIA 1 DE NOVEMBRO

Antes do lançamento comercial, o filme, que foi destaque do ultimo Festival de Cinema de Cannes, será exibido na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo


“A CASA QUE JACK CONSTRUIU”, mais recente filme do diretor dinamarquês Lars von Trier, estreia no Brasil no dia 1º de novembro. Com distribuição da California Filmes, responsável pelo lançamento dos filmes anteriores do diretor, o país vai ser o primeiro território do mundo a lançar o filme em circuito comercial. A trama é contada a partir do ponto de vista de Jack, um inteligente assassino americano da década de 70, através de cinco assassinatos que definem o seu desenvolvimento como um serial killer.

Jack vê cada assassinato como uma obra de arte, mesmo que isso possa lhe dar problemas no mundo externo. Embora saiba que a polícia está cada vez mais perto e que sua condenação está mais próxima, ele está determinado a ir mais e mais longe, ao contrário de toda a lógica.  “Por muitos anos, eu fiz filmes sobre boas mulheres, agora fiz um sobre um homem mau”, revela Lars von Trier.

Durante o caminho, o filme mostra sensações, problemas e pensamentos através de recorrentes conversas com o desconhecido Verge (Bruno Ganz), que desafia e explora o consciente de Jack através de um diálogo recorrente. Para os principais personagens de A CASA QUE JACK CONSTRUIU, Lars von Trier juntou um impressionante elenco internacional. Matt Dillon é a estrela no papel principal, como o serial killer Jack. Uma Thurman, Siobhan Fallon Hogan, Sofie Gråbøl e Riley Keough estão entre as mulheres que lamentavelmente encontram Jack em seu caminho.

Thurman, Hogan e Gråbøl já trabalharam com Lars von Trier, enquanto este é o primeiro trabalho de Riley Keough com von Trier. Thurman interpretou a proeminente Sra. H em Ninfomaníaca, Fallon Hogan esteve no aclamado e premiado Dançando no Escuro e Dogville e finalmente, Gråbøl apareceu em O Grande Chefe. 

SINOPSE
Um dia, durante um encontro fortuito na estrada, o arquiteto Jack (Matt Dillon) mata uma mulher. Este evento provoca um prazer inesperado no personagem, que passa a assassinar dezenas de pessoas ao longo de doze anos. Devido ao descaso das autoridades e à indiferença dos habitantes locais, o criminoso não encontra dificuldade em planejar seus crimes, executá-los ao olhar de todos e guardar os cadáveres num grande frigorífico. Tempos mais tarde, ele compartilha os seus casos mais marcantes com o sábio Virgílio (Bruno Ganz) numa jornada rumo ao inferno.

Direção: Lars von Trier
Elenco: Matt Dillon, Bruno Ganz, Uma Thurman
Gênero: Thriller
País: Dinamarca, França, Suécia, Alemanha
Ano: 2018
Duração: 155 min
Classificação: 18 anos

FILMOGRAFIA DO DIRETOR
Lars von Trier, nascido em 1956, é o cofundador da produtora dinamarquesa Zentropa, assim como um dos fundadores do movimento Danish Dogma nos anos 90.
Os filmes de Lars von Trier ganharam prêmios pelo mundo incluindo as principais premiações em Cannes, como a Palma de Ouro para Dançando no Escuro, o Grande Prêmio  do Júri para Ondas do Destino, o Prêmio de Melhor Atriz para Charlotte Gainsbourg em Anticristo e  o Prêmio de Melhor Atriz para Kirsten Dunst em Melancolia.

JACK – Matt Dillon
A bem-sucedida carreira de Matt Dillon se estende por mais de três décadas e inclui uma grande variedade de exibições dramáticas e de comédia. Como o crítico do The New York Times A.O. Scott diz, “ele parece melhorar a cada filme”. De sua incrível performance em Vidas sem Rumo, de 1983, até sua hilária atuação como um detetive particular obcecado em Quem vai ficar com Mary, de 1998, Dillon se provou um dos mais versáteis atores de sua geração. Ele ganhou o prêmio IFP Spirit tanto por sua atuação como um viciado em drogas no filme Drugstore Cowboy e por sua eletrizante performance como um policial racista no aclamado Crash: No Limite, em 2004. Ele também recebeu indicações ao Oscar, Golden Globe, Screen Actors Guild Award, e Bafta.

04/09/2018

[Notícias] UM DIA PARA COMEÇAR A 6ª EDIÇÃO DO FESTIVAL TUDO SOBRE MULHERES

by on 10:00
FALTA UMA DIA PARA COMEÇAR A 6ª EDIÇÃO DO FESTIVAL TUDO SOBRE MULHERES
 

A Chapada dos Guimarães vai receber shows, debates, cursos e dança, além dos filmes que compõe o Festival
imagem

Após sete anos o Festival Tudo Sobre Mulheres está de volta com a 6ª edição que começa amanhâ (05/09), com shows, oficina, curso, rodas de conversa, espetáculo de dança, além dos filmes que compõem o festival.

“VI FESTIVAL TUDO SOBRE MULHERES”, que ocorre entre 5 e 9 de setembro, em Chapada dos Guimarães (MT), terá além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, apresentações de música, teatro, dança, rodas de conversa, Mesa sobre Protagonismo Feminino no audiovisual e oficina de Boneca Abayomi. A programação contará ainda com um curso sobre “Teoria Geral de Séries”, ministrado pela roteirista Julia Priolli (FOX Brasil).

O nome “Tudo Sobre Mulheres” foi inspirado pelo filme Tudo Sobre Minha Mãe, de Pedro Almodóvar, cineasta que sabe como poucos retratar o universo das mulheres em sua filmografia. O principal objetivo do evento é estimular a produção audiovisual que aborde a questão feminina, não importando o sexo dos realizadores. “TUDO SOBRE MULHERES” ainda contribui com a urgente necessidade de descentralização da produção cultural, ao sair do eixo Rio-São Paulo e levar o cinema para o interior do Brasil, Chapada dos Guimarães – patrimônio ambiental da humanidade. Além da exibição de obras audiovisuais na Mostra Competitiva, o festival também oferece apresentações de companhias de teatro, shows, lançamento de livros, feira de artesanato, dança e exposição de artistas locais.

Fazendo juz ao nome, o festival contribui para o protagonismo feminino no audiovisual. Para se sobressair ainda mais, haverá rodas de conversas voltadas ao universo feminino e mesas sobre as mulheres no mercado de trabalho. Além disso, “TUDO SOBRE MULHERES” homenageia Sara Silveira, produtora dos longas “As Boas Maneiras”, “Mãe Só Há Uma”, “Ó Paí, Ó” e “Era Uma Vez Eu, Verônica”.

.Para Vera Zaverucha, integrante da mesa “Protagonismo Feminino no Audiovisual”, é fundamental colocar esse tema em pauta. “Nós mulheres  temos que queimar sutiãs a cada geração para conseguir algum protagonismo. As mulheres no cinema sempre ocuparam funções de organizar o caos. Tive a sorte de ultrapassar essa barreira, mas tive que insistir muito. Na verdade, acho que o que me trouxe até aqui foi a capacidade de ouvir, discutir, pinçar o importante, usando o que temos de melhor que é nosso olhar e a liderança”, diz.

Mais informações  e programação completa no site do festival http://tudosobremulheres.art.br/


Serviço:

VI Tudo Sobre Mulheres - Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães
Data: 5 a 9 de setembro de 2018
Local: Chapada dos Guimarães - Mato Grosso.

03/09/2018

Resenha: A barraca do beijo - Beth Reekles

by on 19:00



Dezesseis anos e várias mudanças na vida de um adolescente, penúltimo ano do ensino médio, a contagem regressiva para se fazer inscrições nas faculdades e o relógio acadêmico acelerado. Namoros, amigos e claro diversas aventuras, esse é um pequeno resumo da vida de um adolescente em qualquer lugar do mundo.

Talvez seja essa a receita mágica para o sucesso do romance A Barraca do Beijo da autora estreante Beth Reekles, que com apenas 15 anos começou a escrever o mais novo queridinho do Brasil e que ganhou um filme baseado na história pela Netflix.  Oriunda da nova geração de bestsellers que saíram do wattpad, tais como o autora Anna Todd da série After. Beth prova que talvez seja esse o canal para novos autores.

Elle Evans é uma adolescente divertida que tem o melhor amigo que qualquer garota gostaria, sempre presente nos melhores e piores momentos da vida dela. Lee  e Ellen são tão amigos e se conhecem tão bem que poderiam ser gêmeos. Suas mães são amigas desde a faculdade. Ambos estão com a missão de criarem uma atração para o festival da primavera. E parece que nenhuma ideia é original ou já não tenha sido escolhida por outro grupo. Nessa busca O casal de amigo acaba tendo a ideia de uma Barraca do Beijo. E aí começar a grande aventura de Ellen, Lee e Noah o bad boy mais cobiçado do colégio.



A narrativa é agradável e divertida, com todos os dramas mais comuns de um romance adolescente. Festas, bailes e claro paquera. É uma história que não tem mistério, pois já se inicia com o fato consumado. O amor da protagonista pelo bad boy e o grande respeito da relação entre ela e seu melhor amigo são o ponto focal da história. O livro que é foca nos valores da amizade e do respeito. Seja familiar ou sociais. A muito tempo não leio uma leitura tão pertinente para a faixa etária em que a trama se desenvolve.
O casal de adolescente é divertido e sem aquela formatação padrão de amor para todo sempre. Ambos entendem que são novos e que tem uma história a concluir. É um romance real que se destaca dos tradicionais romances utópicos. É um livro adolescente que deve ser lido por qualquer faixa etária. Se você já passou da adolescência terá o prazer de relembrar das emoções do primeiro amor e da vida social na escola. E se apaixonar pelo casal Ellen e Noah.

29/08/2018

CCBB-SP- Programação Cultural de Setembro de 2018

by on 18:35



CINEMA

Sai da Rede 2018
Local: cinema
1º de setembro

O festival de música, que busca através das inúmeras ferramentas e canais da internet traçar um panorama da jovem música brasileira, chega em 2018 trazendo mais uma vertente das artes - o audiovisual. Em sua quarta edição em SP, além dos shows, filmes e bate-papos completam a programação. Curadoria musical de Amanda Menezes e Pedro Seiler. Curadoria do audiovisual de Tatiana Leite, Mariana Amaral e Nina Ribeiro.
16h – Sessão: Castanha (95 min) – 14 anos   
18h – Sessão: Ensaio Sobre Minha Mãe (20 min) + Eles Voltam (105 min) – 14 anos
Classificação Indicativa de acordo com o filme.

II Festival BBDTVM
Local: Cinema
Até 2 de setembro

Desde 1996 atuando como incentivadora do cinema nacional, a BB DTVM já investiu em mais de 100 produções dos mais variados gêneros, cuja seleção apresenta agora ao público nessa mostra, oferecendo diversão e cultura para todas as idades. O festival acontece em 3 unidades do CCBB: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.
Entrada franca, mediante retirada de senha 1 hora antes do início da sessão.
Confira a programação completa no fôlder da mostra.
Classificação Indicativa de acordo com o filme.

Monstros no Cinema
Local: Cinema
5 de setembro a 1º de outubro

A mostra faz um apanhado dos filmes de monstros que tanto aterrorizam e encantam o público no mundo inteiro. Essa retrospectiva reúne os principais títulos já produzidos, entre vários estilos, períodos, nacionalidades, incluindo até filmes realizados no Brasil. Indo do clássico O Golem, passando por Drácula, Frankenstein, Godzilla, Alien, O Vingador Tóxico, Gremlins, Mar Negro até o mais recente vencedor do Oscar, A Forma da Água. Além da exibição dos filmes, a programação inclui mesas de debate, uma master class e duas oficinas de maquiagem.
Entrada franca, mediante retirada de senha 1 hora antes do início da sessão.
Oficina de Maquiagem: dias 15 ou 29/09, das 10h às 18h: As inscrições devem ser feitas através do e-mailmonstrosnocinema@gmail.com a partir do dia 10 de setembro.
Confira a programação completa no fôlder da mostra.
Classificação Indicativa de acordo com o filme.


EXPOSIÇÃO

100 anos de Athos Bulcão
Local: térreo, 1º, 2º, 3º e 4º andares
Até 15 de outubro
9h às 21h

A exposição celebra o centenário de Athos Bulcão, conhecido pela diversidade de sua obra e inegável importância histórica e cultural. A mostra apresenta mais de 300 obras, incluindo trabalhos inéditos, que tornam possível visualizar seu caminho no Brasil e exterior, desde sua inspiração inicial pela azulejaria portuguesa, seu aprendizado sobre utilização das cores de quando foi assistente de Portinari, até as duradouras e geniais parcerias com Niemeyer e João Filgueiras Lima. Curadoria de Marília Panitz e André Severo. Patrocínio: BBDTVM. 
Classificação indicativa: livre.
Entrada franca.

Visitação com hora agendada
Opção de visitação com hora agendada pelo aplicativo “Eventim” (Apple Store e Google Play) e em culturabancodobrasil.com.br ou na bilheteria do CCBB, mediante disponibilidade.

Esquinas que me atravessam

Local: Subsolo
Até 22 de outubro de 20189h às 21h

Nessa exposição individual, Rodrigo Sassi apresenta ao público cerca de 20 obras inéditas produzidas entre 2016 e 2018. O conjunto de trabalhos reafirma referências plásticas e conceituais da obra do artista, formuladas nos territórios da cidade e da arquitetura. A partir de elementos usados e descartados da construção civil, Sassi cria seu particular vocabulário formal e poético, como na grande instalação Corpo Acomodado (2018), peça central da exposição. Curadoria de Mario Gioia.
Classificação Indicativa: livre.
Entrada franca.

Visitação com hora agendada
Opção de visitação com hora agendada pelo aplicativo "CCBB" (Apple Store e Google Play) e site bb.com.br/cultura ou na bilheteria do CCBB, mediante disponibilidade.

MÚSICA

Sai da Rede 2018
Local: teatro
1º de setembro

O festival, que busca através das inúmeras ferramentas e canais da internet traçar um panorama da jovem música brasileira, chega em 2018 trazendo mais uma vertente das artes - o audiovisual. Em sua quarta edição em SP, além dos shows, filmes e bate-papos completam a programação. Curadoria musical de Amanda Menezes e Pedro Seiler. Curadoria do audiovisual de Tatiana Leite, Mariana Amaral e Nina Ribeiro.

Show:
01/09 - 13h Giovani Cidreira e 20h Plutão já foi Planeta
Classificação indicativa: 12 anos
           
PROGRAMA EDUCATIVO

Local: Térreo
1 a 30 de setembro
Quarta a segunda

O Programa CCBB Educativo  - Arte e Educação desenvolve ações que estimulam experiência, criação, investigação e reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Essas partilhas acontecem por meio de trocas culturais e metodologias de educação que garantem acesso amplo e inclusivo ao patrimônio e sua diversidade.
A programação dialoga com as exposições e demais agendas do Centro Cultural Banco do Brasil. Destina-se a todos os públicos com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, artistas, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte e da cultura.

As atividades dialogam com a exposição “100 Anos de Athos Bulcão”, em temporada até 15 de outubro de 2018.

Consulte a programação completa no site www.ccbbeducativo.com ou na bilheteria.

Agendamento de Grupos

O agendamento de grupos pode ser feito pelo telefone (11 3113-3649) ou pelo email ccbbsp.agendamento@gmail.com em visitas que contam com os atendimentos e mediação por educadores.
Classificação indicativa: livre
Entrada franca.

TEATRO



Histórias Extraordinárias SP
Local: Teatro
6 de setembro a 8 de outubro
Quinta, sexta, sábado e segunda, 20h
Domingo, 18h

No ano em que se comemoram os 200 anos da publicação de Frankenstein, de Mary Shelley, “Histórias Extraordinárias SP” apresenta seis clássicos da Literatura Fantástica e de Terror na forma de monólogos, adaptados por dramaturgos do Rio de Janeiro e de São Paulo. O projeto reúne três programas distintos, com a encenação de duas peças por dia: 1  "A Cor que Caiu do Espaço" e "Frankenstein"; 2  "O Poço e o Pêndulo" e "Drácula"; e 3  "A Guerra dos Mundos" e "O Médico e o Monstro”. Autores/ Adaptadores: H.P. Lovecraft/ Beatriz Carolina Gonçalves; Mary Shelley/ Sérgio Roveri; Edgar Allan Poe/ Heloisa Seixas; Bram Stoker/ Pedro Kosovski; H.G. Wells/ Daniela Pereira de Carvalho; e Robert Louis Stevenson/ Roberto Alvim. Intérpretes: Cacá Carvalho, Juliana Galdino e Lavínia Pannunzio. Diretores: José Roberto Jardim e Roberto Alvim.
Duração: 80 min, com 10 min de intervalo
Classificação indicativa: 14 anos
Consulte a programação detalhada no site www.bb.com.br/cultura  ou na bilheteria.

Carmen, a grande pequena notável



Local: Teatro
15 de setembro 2018 a 26 de janeiro 2019
Sábado, 11h

Espetáculo musical que conta a história da cantora Carmen Miranda, de sua chegada ao Brasil ainda criança, passando pelas rádios, suas primeiras gravações em disco, pelo cinema brasileiro e o Cassino da Urca, ao estrelato nos filmes de Hollywood. Inspirado no livro homônimo infanto-juvenil de Heloísa Seixas e Julia Romeu, o espetáculo conta e canta para toda a família os 46 anos de vida dessa pequena notável que levou a música e a cultura brasileira para os quatro cantos do mundo. Elenco: Amanda Acosta, Daniela Cury, Fabiano Augusto, Luciana Ramanzini, Maria Bia e Samuel de Assis. Músicos: Betinho Sodré, Maurício Maas, Marco França e Monique Salustiano. Direção Musical: Ricardo Severo. Direção: Kleber Montanheiro
Duração: 70 min
Classificação indicativa: Livre – indicado para maiores de 5 anos

Bate Papo

Histórias Extraordinárias SP
Local: Teatro
27 de setembro
Quinta, 20h50 - imediatamente após a sessão do espetáculo (nesta data, será encenada apenas a peça “Frankenstein”).

Bate-papo após o espetáculo com Roberto Alvim (diretor) e Sérgio Roveri (autor) sobre o processo criativo de Frankenstein.
Classificação indicativa: 14 anos
Entrada franca, mediante retirada de senha a partir de uma hora antes do início do espetá

[Notícias] Feira erótica carioca tem nova edição e promete ser melhor que as edições anteriores SEXY FAIR 2018 – A FEIRA MAIS QUENTE DO RIO!

by on 16:51


Feira erótica carioca tem nova edição e promete ser melhor que as últimas edições que contaram com performance dos melhores dançarinos e Drags do estado. Um evento com muito bom humor sem deixar de lado a informação com palestras interessantes  para dividir dicas e cursos desde vendas de artigos adultos a mini cursos instrucionais.


Se preocupando com a saúde pública o evento ainda distribuiu na última edição preservativos femininos e masculinos aos visitantes que em sua maioria eram casais e grupos de amigos. Se você pensou que acaba por ai a programação e atrações ou não pode ir nas últimas. Fiquem tranquilos, pois todas as principais atrações permanecem no evento que já faz parte do calendário da Cidade Maravilhosa e a cada edição deixa mais e mais pessoas babando. É, sem dúvida, a feira mais quente do Rio. De 04 a 09 de Setembro, o Centro de Convenções Sul América, vai receber, a Sexy Fair - o maior evento erótico do Brasil. Cerca de 50 mil visitantes são aguardados para se divertirem nas brincadeiras eróticas, boate com DJs e shows com grandes nomes do funk , tudo isso sem qualquer tipo de pornografia.


PALESTRAS E DEBATES


Com o objetivo de levar entretenimento, diversão e informação, a Sexy Fair vai contar com palestras e um fórum de debates sobre temas que envolvem a sexualidade em geral. Serão mais de 20 palestrantes de todo o Brasil abordando os mais variados temas como, por exemplo, “Aula show de comida e drink afrodisíaco”, “Chá de cueca - novidade no casamento” e “Implantes hormonais para a libido”.

PROGRAMAÇÃO DO AUDITÓRIO SEXY FAIR
DIA 04/09 TERÇA-FEIRA
20H00 PAULA AGUIAR - Iniciando no Mercado Erotico
21H00 ESTEINER AIUB e JEFFERSON RAMOS - O poder da Mente, Orgasmo Hipnótico
22H00 SANDRA BORBOLETA - falando abertamente sobre swing

DIA 05/09 QUARTA-FEIRA
18H00 CLAUDIA MARRIEL - A chef do Amor em aula show de comida e drink afrodisíaco
19H00 JULIA TELLES - Palestra mulheres apaixonantes (torne-se uma delas)
20H00 NEGO CATRA - Ator porno dá aula pratica de sexo oral e masturbação
21H00 GISELE CARNEIRO - Coaching em seus relacionamentos e nos sonhos dos seus clientes

DIA 06/09 QUINTA-FEIRA
18H00 DRA. ROBERTA - Estratégias não medicamentosas para aumento da libido feminina.
19H00 Dra. Thais zeque, Ginecologista fala de Implantes hormonais para libido
20H00 Andreia magalhaes - Ginástica Íntima Funcional para o Desempenho Sexual e o Orgasmo
21H00 SAMARA MARCHIORI - prazer a flor da pele, MASSAGEM ERÓTICA com geis sensuais
22H00 NEUSA PANDOLFO - como se vestir para o prazer, dicas e muitos mais...

DIA 07/09 SEXTA-FEIRA
18H00 THAIS PLAZA - Mercado de $USEXO e suas oportunidades, desafios e encantamentos
19H00 CRIS SILVA - GPS do prazer, o botãozinho da mulher da felicidade feminina.
20H00 THALITA CESÁRIO BUSINESS: Chá de Cueca, novidade no casamento
21H00 ALYNE MEIRELLES - Oficina do Prazer: Dinâmica especial para desvendar os caminhos para o prazer 22H00 MIRNA ZELIOLLI Prazer Anal com Sextoys, dicas e muito mais...

DIA 08/09 SABADO
18H00 GRAZIELLE VIEIRA vaginoterapia, o pompoar de luxo com pedras preciosas
19H00 ERICA RAMBALDE - venda de produtos porta-a-porta, musa do filme de pernas pro ar
20H00 FRANCINI VERGARI - Business: Conteúdo sensual na internet: Driblando a censura
21H00 SUMARA SCHULTZ - Os mistérios e tabus do lado B - Todos os segredos do sexo anal!
22H00 ANA CANZIANI - Sextoys (vibradores) como usa-los para homens e mulheres

DIA 09/09 DOMINGO
18H00 PABLO VENTURA - aula de stletto, a dança erótica do salto alto
19H00 MARLENE LIMA Business: como vender toys de luxo
20H00 GLADIUS PAPO COM GLADIUS E SUA ÁGUIA... #SEMFILTRO (BDSM DE RAIZ)




Castelo Fetiche




BRINCADEIRAS


Os visitantes também vão poder conferir diversas atrações como, por exemplo, shows de strippers, o Castelo do Fetiche, Show de Tequileiros e muita gente bonita e sensual para deixar a galera subindo pelas paredes.


Espaço Sensation




BOATE SEXY FAIR

Todos os dias, das 23h até às 3:30h, a temperatura vai subir na Boate Sexy Fair com os maiores nomes do funk e sorteio de brindes com a equipe de promoção da Rádio Transamérica FM.


Confira a agenda de shows


04/09 - Terça – Jaula das Gostosudas

05/09 - Quarta – Perlla

06/09 – Quinta – Mc Andinho

07/09 – Sexta – Mc Tikão + Mc Serginho

08/09 - Sábado – Mc Gorila

09/09 - Domingo – Mc Marcinho

STAND UP COMEDY

Nesta edição da Sexy Fair, a galera vai dar muita risada com stand ups de comediantes. Na terça (04/09), a rapaziada do Pop Bola vai marcar presença. Na sexta (07/09), Eduardo Jericó se apresenta. Paulinho Serra será a atração do sábado (08/09). No último dia dessa terceira edição da Sexy Fair, no domingo (09/09), será a vez de Rey Biannchi subir ao palco. Os shows foram idealizados por Nizo Neto, que é filho do saudoso comediante Chico Anysio.


CONCURSOS


Garota Sexy Fair 2018


No dia 05 de Setembro (quarta), às cinco horas da tarde, 21 meninas vão participar do concurso que vai eleger a Garota Sexy Fair 2018. Realizado pela Mariana Rodrigues, o evento tem como objetivo escolher, anualmente, uma representante da beleza, carisma, e toda a sensualidade que a Sexy Fair promove.



Dança Sexy



Pole Classique


Com organização do Pole Fit Studio, no dia 06 de Setembro (quinta), acontece a segunda edição do Concurso Pole Classique Cup Rio de Janeiro. No total, entre as 4 categorias do concurso (principiante, principiante masculino, amador e profissional), serão distribuídos mais de 2 mil reais em prêmios.


Concurso Miss & Mister Raça



No dia 08 de Setembro, às cinco horas da tarde, será realizado o concurso Mister Raça GPMS Models. Já no dia 09, será a vez de conhecer a Miss Raça GPMS Models. Serão distribuídos mais de 5 mil em prêmios nos dois concursos e os participantes vão desfilar com roupas da grife NEGROSIM.


Sombra Chinesa




Prêmio Melhores do Mercado Erótico 2018


No domingo, dia 09/09, a partir das 8 horas da noite, serão revelados os vencedores do Prêmio Melhores do Mercado Erótico 2018. Serão 11 categorias no total, entre elas, “Melhor da Internet”, “Melhor palestrante”, “Melhor lingerie”, “Melhor fábrica” e o “Lançamento do ano”.


 O EVENTO

A Sexy Fair tem uma proposta de evento sem pornografia e é uma feira técnica, onde os fabricantes e/ou lojistas podem vender no atacado e no varejo, fazendo relacionamento com distribuidores e consumidores em geral.


A feira é um festival de entretenimento. Vai ser difícil resistir às atrações.


SERVIÇO:

Sexy Fair 2018 – a feira mais quente do Rio


Site: www.feiraerotica.com


Local: Centro de Convenções Sul América


Endereço: Av: Paulo de Frontin, 1 - Cidade Nova – Centro – Rio de Janeiro – RJ


Horário de Funcionamento:


Feira - Todos os dias das 16h às 0h


Boate – Diariamente - das 23h às 03:30h.


Realização: Exitus Propaganda


Ingressos à venda no site: www.ingressocerto.com























20/08/2018

[Notícias]:HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA' ESTREIA DIA 23 DE AGOSTO

by on 10:00
imagem
HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA' ESTREIA DIA 23 DE AGOSTO

Filme realiza uma releitura histórica da ditadura militar no Brasil através de recortes de produções consideradas “pornochanchadas”

imagem
HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA, dirigido por Fernanda Pessoa, estreia em circuito comercial no dia 23 de agosto, após ter tido sua estreia no 20o Festival de Cinema de Tiradentes e exibido em diversos Festivais nacionais e internacionais, como DocLisboa, CinéLatino Toulouse, Festival du Nouveau e Cinema Brasilia. O filme, que também passou por países como Grécia, França, Índia, Canadá, Sérvia e Portugal, tem distribuição da Boulevard Filmes.

O longa realiza uma releitura histórica da ditadura militar no Brasil, com foco nos 1970, a partir apenas de imagens oriundas de 27 filmes produzidos no período e que foram considerados “pornochanchadas”, o gênero mais visto e mais produzido durante a década de 70.

HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA é um documentário de montagem, ou de remploi, feito inteiramente com imagens e sons das pornochanchadas, sem entrevistas ou off. Temas como a luta armada, a violência do Estado, o milagre econômico, a “era de aquarius” e a modernização do país são abordados de forma divertida e inusitada, através de uma montagem criativa e associação inesperada de imagens.

HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA relembra e analisa um período histórico brasileiro através da sua produção cinematográfica hegemônica, provocando uma reflexão não somente sobre o período histórico retratado, mas também sobre o próprio cinema enquanto construtor da história e da memória coletiva.

Anotações Sobre o Filme por Fernanda Pessoa

“Sem ter vivido o período da ditadura militar, já que nasci um ano após a abertura democrática, encontrei nos filmes nacionais do período um grande material histórico, ainda pouco analisado dentro desta perspectiva. Aprendi muito sobre o período assistindo a esses filmes e é essa visão que pretendo mostrar ao espectador, partindo de um conhecimento empírico vindo do próprio cinema. Do chamado “milagre econômico” à repressão e às torturas, tudo foi retratado pelo cinema popular da época, implícita ou explicitamente.

De uma pesquisa inicial de mais de 150 filmes, foram selecionados 27 títulos. Foi realizada uma pesquisa intensa com diversas instituições e pessoas para conseguir encontrar o maior número de filmes produzidos nessa época. Essa difícil busca revelou o quanto a memória do cinema nacional não está sendo preservada. Filmes de importância histórica e estética não estão disponíveis ao público. Por isso, um grande objetivo é trazer à luz a filmografia da chamada pornochanchada – muitas vezes esquecida ou rejeitada.

Durante um ano e meio, viajei com o filme para festivais no Brasil e em países tão diversos como Grécia, Índia, França e Sérvia, tendo reações surpreendentes: na Grécia, o público de identificou muito e percebi que somos mais parecidos do que imaginamos, na Índia o filme causou grande polêmica e debates sobre censura e mudanças de costume, etc. Estou muito feliz que o filme finalmente chegue ao público em geral, o que sempre foi um grande objetivo durante a realização, já que a “pornochanchada” sempre teve um diálogo muito grande com o público “não especializado”.”


Sobre a Diretora

www.pessoafernanda.com
www.historiasquenossocinema.com

Cineasta e artista visual, Fernanda Pessoa trabalha principalmente com cinema documental e videoinstalações. Vive e trabalha em São Paulo, e morou no Arizona, em Buenos Aires e em Paris, onde realizou seu mestrado em Audiovisual na Sorbonne Nouvelle. Dirigiu curtas com exibições internacionais e realizou exposições individuais e coletivas. Em 2016, realizou no MIS-SP a videoinstalação Prazeres Proibidos, sobre a censura aos filmes de pornochanchada durante o regime militar.Em 2017, finalizou seu primeiro longa documental, “Histórias que nosso cinema (não) contava”, exibido em mais de 20 festivais nacionais e internacionais e ganhador de seis prêmios. Atualmente, finaliza seu segundo longa documental, “Zona Árida” e trabalha em um projeto selecionado para a Residência Labmis.

"Um dos acontecimentos mais significativos deste ano no ramo das artes"
Inácio Araújo, Folha de São Paulo.

"Brilhante trabalho de montagem"
Cahiers du cinéma nov. 2017.

Ficha Técnica

DIREÇÃO E CONCEPÇÃO:  Fernanda Pessoa
PRODUÇÃO: Julia Borges Araña, Alice Riff e Fernanda Pessoa
SOM: Érico Theobaldo e Ignácio Sodré (Coletiva Produtora)
MONTAGEM: Luiz Cruz
SOUND DESIGN E MIXAGEM: Érico Theobaldo (Coletiva Produtora)
FINALIZAÇÃO: Quanta Post
PRODUTORA: Pessoa Produções
COPRODUTORA: Studio Riff

Lista de Festivais e Prêmios

Prêmios

Festival de Cine Lima Independiente:
Menção Honrosa na Competitiva Iberoamérica Ahora
Semana (ex-Semana dos Realizadores):
Melhor Filme pelo Júri da Crítica
Semana (ex-Semana dos Realizadores):
Prêmio IndieLisboa
Festival Pachamama Cinema de Fronteira:
Melhor Filme
Festival de Caruaru:
Melhor Roteiro
Femcine:
Menção do Juri

Festivais

20a Mostra de Tiradentes (Mostra Aurora)
19th Thessaloniki Documentary Festival (Competição Internacional)
29e Cinélatino Rencontres de Toulouse (Competição de documentário)
Festival du Nouveau Cinéma (Competitiva Panorama International)
DocLisboa (sessão Heart Beat)
Pirenópolis Doc (Mostra competitiva nacional)
Mostra CineBH (Diálogos Históricos)
Festival de Brasília (Mostra 50 anos em 5 (dias) - Registros de uma história)
Festival de Cine Lima Independiente (Competitiva Iberoamérica Ahora)
3 Margens: Festival Latino-Americano de Cinema
Festival Brésil en Mouvements
Semana dos Realizadores (Mostra competitiva)
Festival de Caruaru (Mostra Competitiva)
Panorama Internacional Coisa de Cinema (Panorama Brasil)
Festival Pachamama Cinema de Fronteira (Mostra Competitiva)
Festival Internacional de Cinema da Fronteira (Mostra Competitiva)
22nd International Film Festival of Kerala (Focus Brazil)
Femcine 8 (Competição internacional)
Beldocs International Documentary Festival do Belgrade
Mostra Internacional de Cinema de São Luis (Mostra Competitiva)
Semana de Cinema Brasileiro da Cinemateca de Bogotá
Festivais Confirmados (2018)
Festival de Cine Radical (Bolivia)
Corriente:Encuentro Latinoamericano de Cine de No Ficción (Peru)
Women Make Waves Film Festival (Taiwan)

Produtoras

Pessoa Produções é uma produtora paulista focada em cinema, vídeo e videoinstalações. Fundada em 2014 pela diretora e produtora Fernanda Pessoa, produziu quatro curtas, exibidos em festivais nacionais e internacionais, como Mostra de Tiradentes, Close, Super off – Festival Internacional de Super 8 e Santo Domingo Outfest, além de video-clipes para cantores e bandas, como Tatá Aeroplano e Bruna Caram. "Histórias que nosso cinema (não) contava" é sua primeira produção de longa-metragem.

Studio Riff  é uma jovem produtora audiovisual brasileira com foco em documentário, que tem se destacado pela qualidade de seus trabalhos. Seus conteúdos para Cinema, TV e internet tem ganhado destaque, participando de importantes festivais nacionais e internacionais e recebendo prêmios. Produziu o longa metragem documental “Meu corpo é político”, que estreou no festival Visions du Reel, na Suíça, e foi selecionado nos festivais BAFICI, Olhar Internacional de Cinema de Curitiba e Torino LGBT Filme Fest.Trabalhos como “Orquestra Invisível Let’s Dance”, “100% Boliviano, Mano”, “Cidade Improvisada”, “Como se fosse da família” e “Dr. Melgaço” são algumas das produções da produtora que discutem questões sociais contemporâneas trazendo reflexão crítica e com forte potencial de diálogo com o público.

Mais visitadas

Obrigada pela visita volte sempre!

Outras Postagens